Paulinho quer aproveitar ‘grande momento’ do Brasil em jogo ‘truncado’ contra Uruguai


Jogador acredita em partida competitiva e ‘leal’ e não vê empate em Montevidéu como um mau resultado

O Brasil iniciou nesta segunda-feira (20) a preparação para as partidas contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Com apenas 14 atletaes à disposição, Tite comandou uma atividade leve no Ct Joaquim Grava, e após o treino, Paulinho concedeu entrevista coletiva ao lado de Miranda, e analisou o primeiro desafio, contra os uruguaios, em Montevidéu.

“Estamos em busca de grandes marcas, é um momento de muita confiança, esperamos chegar lá, fazer um grande jogo e ir em busca da vitória. Sabemos da qualidade do adversário, mas colocando o nosso estilo de jogo temos tudo para conseguir a vitória”, disse Paulinho. “Pela dificuldade que sabemos que vamos enfrentar, um empate não seria um mau resultado. Mas nosso pensamento é fazer um grande jogo e, tendo oportunidade de vencer, melhor ainda.”

“Vai ser um jogo muito truncado, se tivermos que ter um pouco mais de atenção na parte de trás. Vamos enfrentar uma pequena ou grande pressão, depende do nosso comportamento, mas a gente vem trabalhando. Tem de ter cabeça boa, tranquilidade, concentração, principalmente no início da partida, quando devem nos pressionar mais”, analisou.

O ex-volante do Corinthians espera um jogo trucado, competitivo, e com forte marcação, porém leal contra o Uruguai. Paulinho também comentou sobre a chance do Brasil já sair classificado se conseguir bons resultados nos dois próximos jogos.

“Acho que será um jogo muito truncado e competitivo. Se alguém do lado de lá explanou de marcação muito mais forte, foi nesse sentido. Neymar é rápido e tem qualidade indiscutível, com certeza eles têm uma atenção nele. Mas espero que não tenha lance desleal. Eles devem estar preocupados com nossa equipe”, disse Paulinho.

Treino Brasil 2003217 Jaqueline Lima / Goal Brasil

“A gente tinha um objetivo e um foco e estamos em busca dele. Muita gente fala que já estamos lá, mas vamos procurar. Sabemos da nossa qualidade, mas também da dificuldade do jogo. Estamos próximos da classificação e vamos atrás disso. Seleção vem num nível muito alto, num grande momento. Tem que aproveitar, não é toda hora. Temos de aproveitar a confiança para fazer um grande jogo”, acrescentou.


Confira os outros assuntos abordados na coletiva de Paulinho:


Brincadeiras e rivalidade entre atletaes de clubes rivais na Seleção

“Aqui tem atletaes que atuaram pelo Corinthians, Miranda teve passagem brilhante pelo São Paulo, isso faz parte do futebol. Ninguém desrespeita ninguém, isso é o mais importante”.

Gabriel Jesus e Suárez, desfalques

“Dois grandes atletaes. Gabriel Jesus vivia grande momento, perdemos, grande perda para nós, mas quem está aqui hoje vai dar conta do recado. Suárez também é um grande atleta e fará falta ao Uruguai. Mas temos de pensar em quem está aqui, como Diego Souza e os atacantes, que farão um grande trabalho.”

Futebol chinês

“Quando fui para a China, sabia que viriam questionamentos. A questão da preparação, como na China para uma semana antes, não dá para você ficar vários dias sem treinar. Então a gente vem fazendo nosso trabalho antes de se apresentar à Seleção, isso vem sendo importante. Houve desconfiança, mas sabemos do nosso potencial. Estamos aqui porque merecemos”.

Tite Brasil treino SP 20032017 Pedro Martins/MoWa Press

Sobre Tite ter tirado o foco de Neymar na Seleção e dividir a responsabilidade

“Vocês vêm observando o trabalho, professor Tite passa todas as orientações, mas é todos nós. Todos temos responsabilidade, assim como Neymar. Não só ele, todos temos”.

Corinthians

“Todas essas pessoas tiveram uma história muito bacana aqui (no Corinthians), ficamos felizes de retornar, estar de novo no CT. Foi o clube que me deu a oportunidade, tive grandes conquistas, sempre bom rever os funcionários, pessoas que tive o prazer de trabalhar. Me sinto honrado e feliz. Quando nos reunimos falamos dos velhos tempos, isso é importante. Um privilégio ter trabalhado com Tite no Corinthians e na Seleção, tem seus méritos, faz um grande trabalho. Tentamos a cada dia crescer e melhorar nosso trabalho”.

Sobre já ter feito gol contra Uruguai

“Gol importantíssimo, onde demos passo para a final da competição. Me sinto mais uma vez feliz por vestir a camisa da seleção, mas hoje uma outra situação, espero chegar lá e fazer um grande jogo, conseguir um grande resultado.”


GOALLEIA MAIS: GOAL
Pirlo é tietado por Jesus | Sem Neymar, Brasil inicia preparação | Os artilheiros e garçons da PL


Por GOAL Brasil