Audiência Pública discute a Rádio Frei Caneca


Uma audiência pública vai provocar o debate sobre a importância de se garantir à Rádio Frei Caneca as condições necessárias para que a emissora exerça seu papel de comunicação pública, independente das limitações de mercado, com autonomia financeira e política de funcionamento e de programação. Convocada pelo vereador Ivan Moraes (PSol), a terá como convidados o secretário de Planejamento, Administração e Gestão de Pessoas do Recife, Jorge Vieira; o presidente da Fundação de Cultura da Cidade do Recife, Diego Rocha; o gerente de Música da Rádio Frei Caneca, Patrick Torquato; e uma representante do Fórum Pernambucano de Comunicação (Fopecom), Cátia Patrícia Oliveira.

Após mais de 50 anos de luta, a Frei Caneca FM foi ao ar, em caráter experimental, no dia 30 de junho de 2016. Mas, segundo o vereador, representantes da sociedade civil entendem que funciona muito aquém de seu potencial e de sua proposta inicial, assemelhando-se a uma a rádio comum, apenas com o diferencial de programação musical diferenciada, que valoriza a produção de artistas locais, do que à uma rádio pública. 

O vereador Ivan Moraes destaca que a rádio deveria, por exemplo, ter 90 minutos diários de conteúdo jornalístico, sendo metade do tempo dedicado a temas locais; três horas semanais de programação voltada ao público infantil e infanto-juvenil; além da garantia de que pelo menos 30% do espaço na grade de programação musical seja ocupada por artistas pernambucanos. Ainda segundo ele, a Frei Caneca FM precisa ter sede própria, contratar funcionários por meio de concurso público, e contar com um conselho gestor com seis representantes da sociedade civil, um representante dos servidores da emissora e quatro representantes do governo, com funções fiscalizadoras e propositivas.

audiência pública sobre a Rádio Frei Caneca vai ocorrer na quarta-feira 26, das 9 às 12 horas, no Plenarinho da Câmara Municipal do Recife.

Por: Diário de Pernambuco