Almirante Othon, ex-presidente da Eletronuclear, é libertado após quase dois anos preso


Antonio Cruz/Agência Brasil

Othon havia sido condenado a 43 anos e chegou a tentar suicídio

 

Considerado um dos mais importantes cientistas nucleares brasileiros, o ex-presidente da Eletronuclear Othon Luiz Pinheiro da Silva, mais conhecido como Almirante Othon, teve soltura determinada em habeas corpus

expedido pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) nesta quarta-feira (11), depois de dois anos preso. A informação foi confirmada nesta quart

CONTINUAR LENDO A NOTÍCIA