Dia Mundial da Trombose alerta sobre doença silenciosa


Na próxima sexta-feira, 13 de outubro é o Dia Mundial da Trombose, data escolhida para conscientizar e alertar as pessoas sobre essa doença silenciosa, que afeta sobretudo mulheres que fazem uso de pílula anticoncepcional e idosos.

A doença nada mais é do que a formação de um trombo – coágulo sanguíneo – que obstrui uma ou mais veias, geralmente das pernas, mas que pode ocorrer em qualquer parte do corpo.

GraphicsRF / Shutterstock.com

Justamente por se manifestar, na maioria dos casos, nos membros inferiores, os sintomas mais comuns são dor ao caminhar, inchaço, coceira, dormência e mudança da coloração da pele das pernas.

E se esses sintomas por si só já geram bastante desconforto, os perigos decorrentes da doença são muito maiores: a trombose é fator-chave de muitos casos de ataque cardíaco, infarto tromboembólico e tromboembolismo venoso, as três imprescindíveis causas de morte por coração, de acordo com a Sociedade Internacional de Trombose e Hemostase (ISTH, na sigla em inglês).

No entanto, a mais temida das consequências da doença é a embolia pulmonar, quando o coágulo se descola da veia da perna ou da coxa e viaja pela corrente sanguínea até chegar ao pulmão fazendo com que o órgão fique obstruído e não consiga mais fazer as trocas gasosas no sangue e podendo levar a pessoa a morte.

Prevenção:

cikiprit design / Shutterstock.com

Observe as suas pernas para notar eventuais mudanças.

Tenha hábitos saudáveis: praticar exercícios físicos, não fumar e beber bastante água são algumas das medidas que podem ser tomadas.

Outro modo de prevenção relevante é movimentar as pernas se você trabalha muito tempo sentado ou durante viagens prolongadas para evitar a chamada síndrome da classe econômica, quando o surgimento de coágulos acontece pelo modo como ficamos sentados por muito tempo.

Tratamento:

kotikoti / Shutterstock.com

O tratamento mais comum são uso de anticoagulantes, aplicação de cateter, uso de meias elásticas de pressão e medidores portáteis de coagulação sanguínea.

O anticoagulante é um remédio, tomado por via oral ou por injeção, que estimula a produção de substâncias que afinam o sangue e impedem o aumento do coágulo.

No entanto, a ação do medicamento acontece no corpo inteiro, e não somente no local afetado, pode causar o risco de sangramentos, por isso muitas vezes o cateter é o mais indicado por aplicar o antiguagulante somente na região afetada.

A meia elástica, diferente das meias comuns, é um acessório que exerce uma pressão maior no tornozelo e diminui à medida em que sobe na perna f