Marco Aurélio libera Andrea Neves de prisão domiciliar e do uso de tornozeleira eletrônica


Agência Brasil

Em prisão domiciliar, Andrea não podia ter contato com investigados na Operação Lava Jato

 

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), da prisão domiciliar, igualmente do uso de tornozeleira eletrônica. Além de livrar Andrea das medidas alternativas, a decisão igualmente tira a proibição imposta à irmã de Aécio de sair do país, a desobriga de entregar o passaporte, e tira a restrição de manter contato com os demais investigados na Operação Lava Jato.

Na decisão, Marco Aurélio atende pedidos protocolados pelas defesas