Vereador de Piaçabuçu reclama de abastecimento de água "imprópria"



Após problemas no abastecimento de água no município de Piaçabuçu, vereadores, líderes de sindicato e moradores do município vão se reunir na tarde desta quinta-feira (07) com o deputado estadual Bruno Toledo para tentar buscar soluções para o contratempo. relatos extraoficiais do vereador Kairo Castro, a água é salvada e turva.

A reportagem do Cada Minuto entrou em contato com o vereador de Piaçabuçu Kairo Castro, que informou que a água fornecida pela Companhia de Saneamento de Alagoas (CASAL) é salgada e turva, e não tem chegado a alguns bairros. “A Casal fornece água salgada e imprópria para o consumo apenas de dez em dez dias, e ela não chega a todas as nossas torneiras”.

Mais cedo, moradores de Piaçabuçu bloquearam a rodovia Engenheiro Dalmo Moreira Santana, que liga o município a Penedo, em um protesto contra a falta e a salinização da água que abastece o local.

De acordo com o deputado Bruno Toledo, a situação já persiste há cerca de um ano e o objetivo da reunião é cobrar melhorias ao governo do Estado, além de propor mudanças como o local de captação da água e redes alternativas de abastecimento.

Em nota, a Casal disse que nos últimos 15 dias a intrusão salina aumentou, fazendo com que o tempo de fornecimento de água para a cidade ribeirinha ficasse prejudicado.

O órgão informou além disso que a partir desta quinta um caminhão-pipa estará na localidade para reforçar o abastecimento do bairro Paciência.

Confira a nota na íntegra

Em relação à deficiência no abastecimento de Piaçabuçu, a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) informa que:

– Desde que a redução de vazão do rio São Francisco provocou o aumento da intrusão salina e o afastamento da água das margens do rio, em 2015, a Casal tem procurado o apoio do governo federal, que é responsável por decidir o volume de vazão, para realizar obras e melhorias na captação adequadas à nova situação. Até agora, nenhum recurso foi liberado pelo governo federal nesse sentido.

– Desse modo, a Casal, com apoio do Governo do Estado, está realizando uma obra de R$ 1,5 milhão, com recursos próprios, para instalação de uma nova estação de captação de água, distante seis quilômetros da atual, quer dizer, mais afastada do efeito da intrusão salina, igualmente uma nova adutora de água bruta, com extensão de seis quilômetros. A previsão é de que essas obras sejam concluídas até o final deste mês de dezembro.

– Com essa nova