O homem morto no acidente deste sábado (17), em São Sebastião, que envolveu um carro e uma carreta, é, provavelmente, um assaltante. Ele roubou o Celta de cor prata e placa MUZ 1226 que estava guiando no momento da colisão. A informação é da mãe do dono do carro, Solange Raposo.

Segundo ela, o filho, que mora na cidade de Penedo, pegou o carro emprestado da irmã para ir à festa de Emancipação Política de Igreja Nova. No final da noite, quando voltava para casa, encontrou um conhecido – identificado apenas como Marcondes –, que pediu ajuda e estava com o autor do assalto em uma motocicleta. Enquanto o jovem tentava ajudar a dupla, teve o carro roubado.

“Meu filho parou para ajudar este homem porque ele estava com um jovem conhecido, de nome Mar-condes, filho do empresário de ônibus Gonçalo. Inesperadamente, o outro homem rendeu meu filho e roubou o seu veículo, deixando a moto, que foi guardado na casa deste Marcondes. Meu filho, como segurança, pegou a chave da moto para guardar. Ainda nesta confusão, chamamos a polícia que consultou a motocicleta, que não possui queixa de roubo. Uma quarta pessoa surgiu, o proprietário, que se diz moto-taxista. Sua alegação foi que tinha alugado o veículo para o assaltante, através de uma pessoa em comum. Essa história tá muito sem nexo. Muitos fatos, longos e controversos. Estou a caminhado de Arapiraca para falar com o delegado e a moto está presa como peça de um assalto, que terminou em morte de trânsito”, detalhou ainda nervosa por telefone Solange Raposo, mãe do jovem que teve o veículo roubado na madrugada de sábado (17), em Igreja Nova.

Após o roubo, o homem seguiu para São Sebastião, onde morreu após colidir de frente com uma carreta de cor branca em um trecho da BR-101. De acordo com testemu-nhas, a colisão aconteceu nas proximidades do Sítio Tapera, no KM 302; os veículos estavam em sentidos contrários e bateram de frente. Com o impacto, o condutor do Celta foi arremessado do veículo e uma parte da perna dele foi arrancada do corpo e ficou dentro do carro.

A parte dianteira do Celta ficou completamente destruída. A carreta também ficou danificada, mas o condutor, ainda não identificado, não teve ferimentos graves.
O Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca informou que ainda não há identi-ficação do condutor do carro que morreu.
Por: 7segundos com AquiAcontece