Kelvin Lucas de Carvalho, mais conhecido como “Kelvinho”, de 18 anos, morreu, no final da tarde desta quarta-feira (7), após uma troca de tiros com a Polícia Civil no Povoado Poção.

As primeiras informações dão conta que Kelvin e mais dois comparsas haviam roubado uma camionete Mitsubishi L200 Triton, horas antes de sua morte.

Agentes da Polícia Civil foram acionados e após denúncias anônimas teriam localizado os indivíduos em um posto de combustível, no povoado citado. Naquele instante, houve uma intensa troca de tiros e Kelvinho acabou sendo alvejado, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

Policiais militares e civis se dirigiram para o Povoado Brejo, situado no município de Coité do Nóia onde, segundo informações de populares, havia um suposto indivíduo ferido à bala pedindo socorro próximo à Rodovia AL-115. O fato levantou a suspeita de que o indíviduo poderia ser um dos comparsas de Kelvin Lucas.

Diversos Crimes

“Kelvinho” era acusado de cometer diversos crimes em Arapiraca e na região. Entre eles assaltos e homicídios. O mais recente teria ocorrido, na última terça-feira (6), quando durante um assalto a uma joalheria no município de Palmeira dos Índios ele e mais três criminosos haviam executado o proprietário do estabelecimento comercial.

Fonte: Já é Notícia