corredor culturalNeste ano de 2014 a Oigalê está comemorando 15 anos de estrada e trabalho continuado. Nesses anos, um dos projetos desenvolvidos de forma sistemática é o Corredor Cultural de Teatro de Rua. Executado de forma simples e otimizada e com baixo custo orçamentário, oportuniza gratuitamente apresentações, oficinas, seminários e bate-papos sobre o teatro de rua com a população das cidades contempladas.

Pois bem, é chegado o momento do V Corredor. A proposta deste ano de 2014 é a busca por novos horizontes, terras ainda não visitadas pela Cia. A proposta é uma circulação de Porto Alegre/RS até Guaramiranga/CE pelas capitais e interior de seis estados nordestinos (CE, RN, PE, PB, AL e SE). Saindo do Rio Grande do Sul (Porto Alegre e Montenegro), passando pelo Rio Grande do Norte (Natal, Macaíba e São Paulo do Potengi), Pernambuco (Petrolina), Sergipe (Aracaju e Propriá), Alagoas (Maceió e Penedo), Paraíba (João Pessoa e Campina Grande) e Ceará (Fortaleza e Guaramiranga).

 Dessa vez, o espetáculo de rua apresentado será “O Baile dos Anastácio”, onde o foco central da narrativa é o desejo de Riograndino Anastácio e sua esposa Minuana que querem casar a filha, Maria Pampiana, e buscam um pretendente cujos dotes impulsionem os negócios da família. Parábola sobre a devastação ambiental e os jogos de interesses em torno da terra, a peça utiliza como metáfora o casamento arranjado que ignora o desejo da mulher. Um baile repleto de música, encontros, desencontros, peleias, danças e namoros, de forma divertida, dinâmica e bem humorada.

V Corredor Cultural de Teatro de Rua – Nordeste 2014 também realizará a exibição do DVD “Oigalê – Uma Década de Teatro de Rua” seguida do Seminário Políticas Públicas para as Artes Públicas, bem como bate-papo com o público presente após cada apresentação e Oficina de Teatro de Rua.

Os Corredores Culturais têm provado que trabalhando de forma organizada e integrada entre as cidades, regiões e instituições, consegue-se mais economia, dinamismo e versatilidade, oferecendo mais atividades culturais e proporcionando um maior intercâmbio com outros grupos, assim como com a população, por um custo muito menor. Não se trata apenas de uma turnê, de um circuito artístico, mas sim de uma vivência do artista com a estrada e as cidades.

Serviço:
Data: 24/8 (domingo)
Horário:   16h
Local: Praça 12 de abril – Penedo/AL
Preço: Grátis