Heloísa Helena nos estúdios da Penedo FM (Foto Arquivo: Aquiacontece)
Heloísa Helena nos estúdios da Penedo FM (Foto Arquivo: Aquiacontece)

Em entrevista à rádio Penedo FM nesta manhã de terça-feira (23), a candidata ao Senado Federal, Heloísa Helena, falou para os milhares de ouvintes de todo o baixo São Francisco sobre suas propostas, ideologias e atuação quando senadora.

Com a apresentação de Luiz Carlos (Luizão), o programa Lance Livre cumpriu mais uma entrevista com candidatos alagoanos que disputam cadeira tanto para senador como para deputado.

Heloísa Helena falou um pouco da cidade de Penedo, onde disse se identificar muito já que é natural de Pão de Açúcar, cidade também banhada pelo Rio São Francisco, e também por ter residido em Penedo quando professora universitária. H.H afirmou a necessidade de políticas de revitalização do Rio São Francisco e se mostrou bastante preocupada com a situação do Velho Chico.

Um dos pontos altos foi quando a ex-senadora e candidata ao Senado mostrou que sua atuação parlamentar não foi só com discursos inflamados na tribuna da casa legislativa, ela reafirmou algumas emendas criadas quando senadora que beneficiaram construções de unidades habitacionais em Penedo e creches em todo o estado.

Heloísa ressaltou que neste momento tem recebido apoio de diversos políticos de vários partidos:

“Recebo apoio de alguns políticos do PT, PSDB,  PSOL, pessoas que não gostam de política, mas votam em mim, de pessoas que querem derrotar o candidato ‘Filho do Diabo’, enfim pessoas que querem sambar na cara de satanás” explanou Heloísa Helena.

A candidata também ressaltou a importância da eleição de Marina Silva como presidente:
“Antes falavam que eu não poderia ser senadora, pois não tinha amizade alguma com a atual presidenta, hoje abandonaram esta ideia, pois sabem que em Alagoas a melhor amiga de Marina Silva sou eu. Ela fica hospedada no quarto do meu filho quando vem ao estado.” Disse a candidata.

No final, Heloísa Helena agradeceu a iniciativa da rádio Penedo FM pelo espaço democrático, pois segundo ela, o horário político é uma briga de Davi contra Golias, já que seus 20s na TV e no rádio são totalmente desproporcionais como os 6min e os 3min dos dois candidatos ao senado.

Heloísa finalizou pedindo para que cada eleitor tomasse cerca de 1h por dia para pedir votos para ela, tanto em redes sociais como nas ruas.

Comentários