Ilustração
IlustraçãoVacina

A Secretaria de Saúde de Penedo deu inicio nesta semana a campanha para a segunda dose da vacina contra o Papiloma Vírus Humana (HPV). Meninas de 11 a 13 anos devem ser imunizadas, podendo se dirigir aos postos de saúde. Equipes da Secretaria também farão visitas nas redes pública e privada de ensino da cidade.

A vacina previne quatro tipos da patologia, sendo a 6,11,16,18. Lembrando que para o ciclo da imunização ser completa, é preciso tomar às três doses.
“Todas as meninas na faixa etária devem se dirigir até uma unidade de saúde mais próxima. Independe de localização. Se mora na parte alta de Penedo, pode sim ser imunizada no posto de saúde que fica no Centro de Penedo. E para ser completa a prevenção, precisa tomar às três doses da vacina. Quem tomou em abril, deve ser imunizada em setembro. E a terceira e última, só depois de cinco anos da primeira. Mas, quem ainda não tomou à primeira, pode tomar agora. Essa vacina foi inserida no calendário. Podendo ser tomada em qualquer localidade do Brasil, independente de data. O Ministério da Saúde tornou a vacina contra o HPV prioritária”, explicou a diretora de Imunopreveníveis da Secretaria de Saúde de Penedo, Alessandra Costa Tenório.
A partir da próxima semana, ainda seguindo orientação do Ministério da Saúde, todas as escolas das redes municipal e estadual, além da inciativa privada, receberão visitas das equipes dos PSF’s, objetivando imunizar todas incluídas na faixa etária de 11 a 13 anos.
Ainda segundo a diretora, a vacinação não busca adolescentes com vida sexual ativa. “Os pais não devem se preocupar, ter medo. A vacinação não tem como foco, adolescentes com vida sexual ativa. O Ministério da Saúde colocou no calendário a imunização para prevenir, buscando o futuro. A prevenção ainda é a maior, a principal alternativa para não ser acometida de doenças no futuro. Então, os pais devem orientar os filhos. E no posto de saúde, a adolescente querendo ir, não precisa da presença dos pais. Já nas escolas, eles precisam assinar um termo autorizando a imunização”, concluiu.
O vírus
Segundo levantamentos da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 270 mil mulheres do mundo possuem a doença, umas das principais causas do câncer de colo de útero. No Brasil, só em 2014, 15 mil novos casos foram registrados.
O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com a pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Mas, também pode ser transmitido da mãe para o filho no momento do parto.