Buscando melhorias no trânsito urbano de Penedo e a segurança dos munícipes e de todos que frequentam a histórica cidade, a Prefeitura de Penedo, através da Coordenadoria de Guarda e Trânsito (CGT) do Departamento Municipal de Transporte e Trânsito (DMTT), iniciou o processo de reordenamento da cidade.

A ação e dividida em partes, ciclos. Neste primeiro momento, acontece a instalação de redutores de velocidade em pontos da Avenida Wanderley e Rodovia Engenheiro Joaquim Gonçalves. Na primeira, quatro pontos de redução, próximo ao Hospital Regional, Supermercado 15, Escola Santa Luzia e Teotônio Ribeiro.

 

Por último, redutores para atender o Comendador José da Silva Peixoto, Hernani Mero e Ruth Mendonça. “A instalação partiu de uma pesquisa que detectou estes pontos como sendo críticos, e ainda, locais com grande incidência de acidentes e movimentação de crianças e adolescentes. Estamos buscando elevar o nível de segurança de todos que transitam constantemente nestes locais. Segurança em primeiro lugar”, esclareceu o coordenador de Guarda e Trânsito de Penedo, Carlos Bruno Idalino.

Simultaneamente ao processo de redução de velocidade, o Centro Histórico recebe nova sinalização vertical de trânsito. Placas velhas e desgastadas pela ação do tempo estão sendo substituídas. E em locais que não existiam, diante da necessidade, estão sendo implantadas.

“No Centro de Penedo estamos buscando desafogar o local, diminuir o trânsito, já adequando com a requalificação do Largo de São Gonçalo. Precisamos diminuir o fluxo do local e preservar os prédios históricos. E com isso, também dar prioridade aos pedestres que circulam no local. A sinalização vertical aconteceu mediante estudo de necessidade. Com a conclusão dos trabalhos da parte baixa de Penedo, que abrange sinalização, mudanças de via e sentido, os bairros da parte alta serão contemplados com as melhorias”, acrescentou o coordenador.

Como parte integrante dos trabalhos, Penedo também vai ganhar um moderno sistema de videomonitoramento, que busca contribuir com o trânsito, e como consequência, prevenir crimes e ajudar na identificação de infratores. O projeto já foi concluído e está em fase licitatória.