Dia Rosa acontece nesta terça (21) e visa mobilizar estudantes e servidores da instituição na região do Baixo São Francisco

Outubro Rosa
Outubro Rosa

A Unidade Penedo da Universidade Federal de Alagoas realiza nesta terça-feira (21), o Dia Rosa, um evento destinado à conscientização da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, dentro da campanha Outubro Rosa. As atividades acontecem durante todo o dia nas dependências do prédio da instituição, localizado na Avenida Beira Rio, Centro de Penedo.

Tendo como slogan “Todo Mundo Vai Vestir Rosa”, o Dia Rosa tem como objetivo transformar os estudantes e servidores da Ufal Penedo em agentes multiplicadores de informação, levando ao conhecimento da sociedade a necessidade da prevenção do câncer de mama, a doença que mais mata mulheres no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer.

A programação do evento começa às 8h da manhã, com distribuição de laços rosa (símbolo da campanha) e panfletos educativos. Das 9h às 14h, serão realizados exames gratuitos de citologia e vacinação contra hepatite, tétano, tríplice viral e H1n1, parceria entre Ufal e Secretaria de Saúde de Penedo, uma ação voltada para a saúde da mulher.

Já às 15h, os alunos do curso de Medicina da Ufal fazem uma palestra dinâmica e divertida sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Logo após, uma roda de conversa com o testemunho de mulheres e familiares que enfrentaram a doença e conseguiram vencê-la. Às 17h, acontece um sarau cultural e, encerrando as atividades do Dia Rosa, a partir das 19h tem o Cine Rosa, um espaço para exibições de documentários e produções audiovisuais sobre o câncer de mama e o exame do toque, principal meio do diagnóstico da doença.

Para Samy Dantas, produtor cultural da Ufal Penedo e coordenador do evento, esta é uma ação que respalda ainda mais o papel social que a universidade tem com o seu meio. “O câncer de mama faz muitas vítimas simplesmente pela falta de informação que elas têm. É nosso dever levar conhecimento à população. E para tal, precisamos envolver alunos e servidores nesta causa”, explica.

Por: Assessoria UFAL