Foto: Fernando Vinícius
Foto: Fernando Vinícius

Em sessão ordinária da Câmara de Penedo desta quinta-feira (30), a Secretaria Municipal de Saúde, Vera Costa, foi convocada para esclarecer alguns pontos levantados pelos parlamentares penedenses. Após lida e aprovada a pauta da sessão anterior, o Presidente da Casa, Vereador Júnior do Tó (PDT), esclareceu que para esta sessão uma dinâmica diferenciada seria posta em prática em virtude de deixar decorrer toda a audiência sem maiores interrupções, apenas os vereadores Ronaldo Vicente e Messias da Filó (líderes das bancadas de situação e oposição) estariam aptos a intervirem nas questões de outros edis. Portanto cada vereador em seu momento faria suas colocações para secretaria.

A Secretária Vera Costa começou dizendo em sua fala que não precisaria ser convocada para estar em plenário na Câmara, pois bastaria apenas um convite que iria atender aos anseios dos parlamentares em dirimir quaisquer dúvidas em relação a pasta em que ocupa no governo Marcius Beltrão.

“Independente de estar aqui, as portas da secretaria estão abertas para todos. Por que o secretário é secretário do governo e vocês representam o governo e o povo. Por isso, em relação ao ofício que recebi, a equipe trabalhou em cima de tentar trazer o maior número de informações possíveis, por que eu recebi o ofício, porém nesse ofício não tratava de pauta, como a Secretaria de Saúde tem uma gama de informações, e essas informações se multiplicam de acordo com cada área então por isso além da gente trazer a documentação que irá atender a expectativa de cada um, eu também trouxe a minha equipe, para caso haja necessidade.” disse Vera Costa.

Vera pediu uma questão de ordem para que fosse lhe concedida a permissão de chamar um membro da sua equipe no sentido de fazer uma pequena apresentação sobre a pasta da saúde. O Vereador Ronaldo Vicente (PSDB) interveio e questionou o tempo da apresentação, pois o mesmo gostaria que fosse relativo ao tempo em que cada vereador teria no plenário para explanar algo para secretária.

O vereador Derivan Thomaz questionou o presidente alegando que o motivo da secretária estar na sessão foi por ser convocada:

“Sr. Presidente, o motivo da secretária estar aqui hoje é uma convocação, ela não tem que apresentar nada..porque quer apresentar não. Ela tem que ouvir os vereadores, as indagações e assim respondê-las. Ela tem que ouvir primeiro os vereadores” disse Derivan Thomaz que foi congratulado pelo também edil Valdinho Monteiro.

Diante de tudo isso, o presidente decidiu então acatar a sinalização dos vereadores e começou a passar a palavra para os parlamentares, caso a secretária necessitasse de que algum membro de sua equipe participasse, a mesma poderia convidar para ajudar no questão citada. Cada vereador teria 3 minutos para indagar a secretária.

O Presidente Júnior do Tó foi dando a primeira palavra ao Vereador Derivan Thomaz, que de primeira já não concordou pois entendia ele que a palavra deveria ser dada a quem convocou a secretária, no caso o Vereador Nelsinho, que também não se agradou com o pouco tempo dado para cada parlamentar.

Segundo o vereador Derivan Thomaz, o Presidente da Câmara de Penedo não estava deixando os colegas parlamentares fazerem todo o questionamento para a secretária.

“Não vou nem falar, pois Vossa Excelência não está deixando a Câmara exercer o papel que é vital da Câmara. Fiscalizador.. quando se convoca é porque as medidas outras que foram tomadas não foram atendidas (…) Vossa Excelência vai tirar o direito do vereador para agradar a quem?  Vossa Excelência é o chefe do Poder Legislativo para direcionar os trabalhos, mas não esqueça que é representante do povo.” Disse Derivan Thomaz

Ouça parte da participação da Secretária