assalto_em_condeUm assalto realizado na manhã desta terça-feira, 02, no município de Conde-BA, há 150 quilômetros de Salvador (na divisa com Sergipe), teve cenas de pura violência contra reféns que foram usados como escudo humano.

Cerca de vinte criminosos invadiram a delegacia regional da cidade e o alojamento da pm, renderam policiais  e em seguida praticaram um assalto a uma agencia bancária do município. Após o roubo, os meliantes usaram os próprios clientes e funcionários do banco para em duas caminhonetes servirem de escudo humano para que nenhum disparo de arma de fogo fosse dado contra eles.

De acordo com as testemunhas, os bandidos conseguiram fugir da agência com seis reféns. Dentre eles, dois gerentes e dois seguranças da agência bancária, além de dois clientes.

Um cliente do banco, presente no momento do assalto, relatou que os criminosos invadiram a agência com as armas nas mãos e anunciaram o assalto.

Depois de destruírem a tiros a porta de vidro que dá acesso ao interior do banco, o bando fez os homens tirarem as camisas, darem as mãos e formarem uma corrente/escudo para evitar a ação da polícia.

“Foram uns 30 minutos de agonia”, lembrou o cliente, que preferiu manter o sigilo sobre sua identidade.

Antes da fuga, os seguranças foram amarrados no capô de dois dos carros, com cordas roubadas de uma loja de material de construção, vizinha ao banco, que também acabou sendo assaltada.

Os criminosos chegaram na cidade local em duas picapes Hilux (Toyota), uma branca e outra preta. Os bandidos ainda levaram o carro de um dos gerentes.

Ainda há informações que os bandidos chegaram na cidade do Conde já com outros reféns no fundo de uma das picapes. Eles teriam sido sequestrados na região do município de Catu.

A Polícia informou que está na caça dos elementos e também para ajudar aos reféns que correm sério risco de morte.


Veja vídeo gravado por cinegrafista amador

Com informações do jornal ATARDE da Bahia

Comentários