SAMU está há quase 2 meses sem atuar em Penedo devido a ambulância quebrada

A população penedense clama para que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência volte a funcionar na cidade como de costume.

Desde o dia 23 de março deste ano, a única ambulância que estava servindo aos moradores de Penedo e região está quebrada, gerando assim uma alta preocupação nos ribeirinhos que necessitam dela para o socorro no caso de acidentes e enfermidades. Já foram registrados vários acidentes com uma deficiência no atendimento, pois hoje Penedo só está contando com o auxílio do Corpo de Bombeiros, que também não possuem tanta estrutura para suprir a carência de toda população onde compreende seus serviços. 

O caso é grave, pois a redação do site Boa Informação obteve dados que a equipe que trabalha no socorro foi cedida para UPA até que a unidade móvel de saúde possa ser consertada, deixando assim os motoristas inertes e a população sem assistência. 

Em Arapiraca, onde fica a base do SAMU que da suporte a Penedo, funcionários de lá denunciam falta de condições de trabalho, como materiais e até a própria alimentação dos funcionários. Segundo um cartaz exposto na própria unidade arapiraquense, a SAMU vai ficar sem alimentação por falta de pagamento. E não é só isso, em entrevista ao Fique Alerta da TV Pajuçara, o operador de frota, Genival Lourenço, alegou que no momento 14 ambulâncias estão quebradas que poderiam atender as 19 bases descentralizadas que abrange o agreste e o sertão alagoano. 

Como todos sabem, a responsabilidade pela administração do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência é da Secretaria de Estado da Saúde do Governo de Alagoas, e possui uma parceria com a Prefeitura de Penedo que se refere somente no aluguel da base na cidade, pagamento dos funcionários e alimentação dos mesmos. Podemos constatar que estes problemas enfrentados pela base de Arapiraca, não recorre em Penedo.

Esperamos que a SESAU possa resolver este caso o mais rápido possível, pois pessoas estão morrendo ou se prejudicando ainda mais com a ausência do SAMU. Vários casos em Penedo já foram registrados de populares que estão levando acidentados em uma forma totalmente incorreta, com carros particulares e sem imobilização adequada, causando assim um agravamento na saúde do enfermo.