Dois acusados foram presos e um faleceu após confronto

 

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas em menos de 24h soluciona o assassinato do sargento aposentado Laércio Santos Lira acontecido na cidade de Penedo. Foram presos dois acusados e um terceiro integrante da quadrilha acabou sendo alvejado após reagir à abordagem das forças de segurança. O assassinato aconteceu na noite de terça, dia 20 de setembro, crime que chocou a cidade ribeirinha e que mobilizou o aparato de segurança da região e capital.

Investigação e Prisão dos suspeitos

Ainda na noite do dia 20, o primeiro suspeito foi preso na Vila Matias, bairro da periferia de Penedo e local onde aconteceu o crime. Jadson Barbosa Soares Santos, de alcunha “Babidi” foi preso em sua casa e no mesmo local foi encontrada uma motoneta com as mesmas características do veículo usado no crime. “Babidi” estaria traficando na região e se sentiria incomodado com a presença do policial aposentado nas proximidades de sua boca de fumo e receava que o sargento Laércio o denunciasse. No momento de sua prisão, “Babidi” teria acusado do crime mais dois integrantes de sua quadrilha.

Binho ainda foi preso com 80g de maconha
Binho ainda foi preso com 80g de maconha
Com base nessa informação, se iniciava mais um dia no encalço dos autores materiais do assassinato do policial da reserva. Equipes do serviço de inteligência da Secretaria de Segurança e do 11º Batalhãoa. Várias guarnições se empenhavam em encontrar o menor V.S.O. e Leandro dos Santos, vulgo “Binho”, que seriam os dois acusados que estavam na moto utilizada no dia do crime. Por volta das 16h, após uma denuncia via telefone, “Binho” foi encontrado pela equipe da ROCAM do 11º BPM traficando no meio da rua no bairro Vale do Marituba, com ele foi apreendido uma quantidade de maconha, foi dada a voz de prisão e o suspeito levou as equipes de serviço até o local onde o menor V.S.O. estaria se escondendo após o crime. Ao chegarem no local, equipes do serviço de inteligência iniciaram o cerco e após ser dada a voz de prisão do menor, o mesmo reagiu a abordagem e acabou sendo alvejado. Os policiais ainda tentaram fazer o socorro do menor, mas ele acabou falecendo ao dar entrada na UPA de Penedo/AL. Em poder desse menor, que era acusado de vários crimes no município ribeirinho, foi encontrado um revolver calibre .32.

Participação na morte do policial

Leandro dos Santos, o “Binho”, após ser preso, admitiu a sua participação no crime e contou sobre a dinâmica e a participação de todos os envolvidos no assassinato do PM da reserva. Segundo o mesmo, o traficante “Babidi” estaria com receio da presença do sargento Laércio nas proximidades da boca de fumo controlado pelo grupo, pois o policial ainda era atuante e os estaria confrontando. “Babidi” então teria incumbido “Binho” e o menor V.S.O. de assassinarem o Laércio. “Binho” teria sido o piloto da moto emprestada pelo traficante e o menor teria sido o pistoleiro, sendo que após o crime, teriam se encontrado com “Babidi” e devolvido a moto e arma utilizadas no crime. Agora todos os envolvidos que foram presos estão a disposição da justiça para responder pelos crimes praticados.

Passadas menos de 24 horas do assassinato do sargento da PM Laercio, a segurança pública de Alagoas deu a resposta rápida e cirúrgica a sociedade penedense e a família da vítima, deixando a certeza de que crimes desta natureza não serão aceitos e nem ficarão impunes em Alagoas.

Por Tenente Sanches

Comentários