TSE diz que, em porcentagem, AL registrou maior número de substituições de urnas

Segundo informações da assessoria de Comunicação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL), 86 urnas eletrônicas apresentaram problemas e foram substituídas em todo o Estado, até por volta das 14h30 deste domingo, 2. 

No entanto, de acordo com os números divulgados Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 119 urnas foram trocadas em Alagoas até o começo da tarde, o que corresponde a 1,53% do total. Em porcentagem, o Estado foi o que registrou maior número de substituições.

Pela manhã, houve registro de filas em algumas seções de Maceió onde urnas apresentaram defeitos. Na parte baixa da capital, pelo menos em três locais de votação, o Lar São Domingos, em Cruz das Almas; o Colégio Contato, na Jatiúca; e o Iate Clube, na Pajuçara, houve troca de urnas.

Também foram substituídas três urnas na Escola Maria Ivone, no Conjunto Inocoop, parte alta da capital; na Escola Pequeno Príncipe, em Jaraguá; no Colégio Marechal Floriano Peixoto, no Trapiche; e no município de Atalaia.

Ainda segundo o TRE, há centrais espalhadas pelo interior para receber as mídias, facilitando a substituição dos equipamentos.

Em todo o País, até o começo da tarde, 2.231 urnas foram substituídas, de um total de 432.959, de acordo com o TSE. Lidera o número de substituições o estado do Rio de Janeiro, com 441 trocas.

O TSE divulgou ainda o registro de 1.410 ocorrências com pessoas, sendo 149 candidatos, onde 83 foram presos. Dos 1.261 restantes, houve 575 prisões, motivadas, principalmente, por boca de urna. 


Cadaminuto