O secretário da Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), coronel Lima Júnior, concedeu entrevista coletiva, na manhã desta quarta-feira (15), em Arapiraca, para apresentar o resultado da mega operação integrada realizada no Agreste alagoano.

A ação ocorreu principalmente nos bairros Manoel Teles e Valentim e teve a participação de 60 viaturas da Polícia Militar e Polícia Civil. A operação teve como objetivo dar cumprimento a 37 mandados de prisão e 53 de busca e apreensão, expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

Quatro dos acusados reagiram à ação policial e foram baleados pela polícia. Eles chegaram a ser encaminhados para a Unidade de Emergência do Agreste, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Um deles foi identificado como Claudenilson da Silva e os demais ainda estão sem identificação.

O secretário Lima Júnior destacou o zelo da Segurança Pública de Alagoas em realizar operação, com investigação durante três meses, antes de ser efetuada. Ao todo, 19 pessoas foram detidas, dentre eles, 18 em Arapiraca e um em São Miguel dos Campos. Três dos envolvidos são menores, segundo a polícia.

“Tivemos um apoio da 17ª Vara e também apoio do Gecoc. Vieram viaturas de todo o Estado por parte da PM e Polícia Civil e a gente tinha certeza que iria alcançar o resultado que alcançamos”, comentou.

De acordo com o secretário, todos que foram apresentados estão envolvidos em homicídios, em roubos e tráfico de drogas e todos têm mandados de prisão.

“Acreditamos que eles devem ficar presos por muito tempo, porque tem muita prova técnica contra eles”, argumentou.

A ação também contou com a participação do comandante Geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, do comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar de Arapiraca, Enio Bolivar, do delegado Geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e do diretor da Deic, delegado Mário Jorge.

Fonte: Jaenoticia.com.br