Resgate do FGTS pode iniciar aposentadoria sustentável


A reforma da Previdência Social vem preocupando muitos brasileiros. Contudo, o valor resgatado de contas inativas do FGTS pode – e deve – ser o início de uma reserva financeira que garantirá a aposentadoria sustentável no futuro. Poupar durante o período produtivo, os anos de trabalho, é uma das melhores alternativas para ter tranquilidade na velhice.

Com a reforma, é provável que seja exigida idade mínima para os trabalhadores se aposentarem, 65 anos, sendo que para ter acesso a 100% do benefício, será necessário contribuir por 49 anos. A aposentadoria por tempo de serviço tende a ser eliminada, além das diferenças entre homens e mulheres.

Mesmo sendo um importante direito do trabalhador, ter apenas a renda do INSS não é garantia de qualidade de vida no futuro. Muitos brasileiros aponsentados hoje continuam trabalhando por necessidade, alegando que a aposentadoria não é suficiente para pagar as contas e despesas pessoais. Confira abaixo passo a passo para conseguir manter o seu padrão de vida no futuro, após parar de trabalhar:

Planeje
Defina com quantos anos você deseja se aposentar e qual padrão de vida busca ter neste momento, chegando a um número mensal. Considere as despesas, as atividades e os sonhos que deseja conquistar no período.

Tenha um método
Entenda que você precisa acumular um capital que renda o dobro do que deseja ter mensalmente. Por exemplo: caso deseje obter dessa aposentadoria privada R$ 2 mil por mês, seus investimentos precisarão render R$ 4 mil por mês. Assim, você saca metade e deixa a outra metade rendendo, para que o dinheiro se recapitalize e se preserve. Elaborei uma planilha que faz esse cálculo automaticamente, basta incluir as suas informações. Baixe a Cálculo de Aplicação para Independência Financeira

Poupe
Invista o valor resgatado das contas inativas do FGTS e passe a poupar todos os meses para atingir a meta, conforme o planejamento. Quanto maior for o aporte inicial e mais cedo começar, melhor, pois poderá escolher uma estratégia entre ou poupar um valor menor mensalmente ou poupar um valor maior, ser mais agressivo e adiantar a conquista da independência financeira;

Reveja as finanças
Caso tenha dificuldades para poupar mensalmente, oriento que faça um diagnóstico financeiro por 30 dias, anotando todas as suas despesas, separando por categorias como alimentação, transporte, vestuário, educação, guloseimas, etc. Assim reconhecerá o seu comportamento financeiro e saberá quais hábitos pode alternar para diminuir ou eliminar despesas e conseguir poupar para a aposentadoria. O sonho da independência financeira é algo que irá te mover e te motivar, mas além dele você pode estabelecer outros, de curto e médio prazo, e fazer poupanças diferentes.

Saiba onde investir
Invista os valores, tanto o resgatado das contas inativas do FGTS, quanto o poupado mensalmente para a independência financeira, em fundos adequados para sonhos de longo prazo, como Previdência Privada e Títulos do Tesouro Direto. Como essa é uma reserva muito importante, fruto de anos de trabalho, caso queira diversificar em investir em ações, é aconselhável destinar apenas cerca de 10% para essa modalidade, considerando o alto risco da aplicação.

Reinaldo Domingos é doutor em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.



Fonte: Investimentos e Notícias
www.investimentosenoticias.com.br