Paixão à primeira visita: Campo Grande conquista e acolhe moradores de outras cidades


    Foto: André de Abreu

    Campo Grande pode ser alvo de muitas críticas, mas ainda sim, é vista com bons olhos pelos moradores que em alguns casos, escolheram a região para viver após uma singela visita. A paixão pela Cidade Morena foi crescendo e hoje, algumas famílias não trocam a calmaria e as belezas naturais do município por nada.

    Gildo Alves, 55 anos, se apaixonou pela Capital de Mato Grosso do Sul quando residia no interior do Paraná e almejava um novo local para morar. “Eu tinha curiosidade de morar em um local maior, morava no Paraná, mas queria viver em outro local. Fiz uma visita na cidade, me apaixonei e nunca mais saí daqui. Moro aqui há 20 anos e gosto muito de morar aqui, não trocaria essa cidade por nada. A cidade é nova, é bonita, tem muitas árvores, gosto dessa tranquilidade”.

    O campo-grandense de coração destaca ainda, que já percorreu grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro e cada vez mais, tem certeza de que escolheu o local certo para viver ao lado da família. “A cidade é muito boa, bem diferente de São Paulo, diferente do Rio de Janeiro, que é uma loucura. Aqui não temos isso, aqui é bom, é calmo, claro que temos problemas com segurança, mas qual local que não tem? Eu gosto de viver aqui, gosto do lazer que a cidade oferece, temos parques para passear, praças, shoppings, eu gosto e pretende morar aqui para sempre”.

    Concordando com as afirmações de Gildo, Jorlei Fonseca Polidoro, 27 anos, disse ao TopMídiaNews que deixou Miranda para viver na Capital devido as oportunidades de emprego que são oferecidas. “Eu visitava Campo Grande e sempre percebi que aqui eu teria mais chances de ter um bom emprego e vim embora. Cheguei aqui para morar com a minha mãe com 12 anos e fiquei. Gosto muito de morar aqui, tem bastante coisa para fazer, tem shopping, tem parque, tem praça, eu gosto e não saio daqui por nada”.

    Liliane da Silva, 32 anos, chegou na cidade aos 12 anos e destaca que considera a aniversariante um dos melhores locais para viver. “Eu gosto de morar aqui, eu era de Anastácio, gosto dessa cidade, acho um local tranquilo para viver, temos bastantes locais para se distrair com a família, eu vim e daqui eu nunca mais saí e nem tenho interesse em sair”.

    Já Mara Paula da Silva Oliveira, 32 anos, veio do Pernambuco e ainda está se adaptando ao clima campo-grandense. “Eu na verdade não gostei quando mudei para a Capital. Tem um ano e meio que estou aqui porque meu marido veio trabalhar, mas confesso que foi difícil gostar porque o clima é muito diferente do Pernambuco. Eu sinto muita falta do calor  da minha região”.

                                              

    Questionada sobre deixar Campo Grande para voltar para sua terra natal, Mara afirma que já não tem o desejo de deixar a Capital. “Agora eu já estou me adaptando, estou gostando de morar aqui e não saio não”. 


    Fonte: Topmidianews.com.br