Você sabe o salário dessas profissões que as pessoas costumam discriminar?


Há um velho ditado que diz que o trabalho enobrece o homem e bem sabemos que isso é verdade pelo simples fato de vivermos em sociedade, dependendo uns dos outros simultaneamente.

Há pessoas com diversas habilidades e talentos, de modo que melhor faria uma determinada profissão do que outra. Entretanto, bem sabemos que existe certa discriminação sobre algumas profissões que são fundamentais para a vida. A título de exemplo, podemos pensar: quem é que cavaria a cova para que um ente querido nosso descansar em paz se todos se recusassem a isso? Quem confeccionaria as nossas roupas cuidaria de nossas crianças se todos se recusassem a isso?

Muitos podem dizer: “nós mesmos”. Mas será que se nós mesmos fizéssemos todas essas atividades, as faríamos com a mesma excelência de um profissional da área? E o tempo que muitos outros poderiam estar usando para desenvolver outras tarefas em benefício da humanidade?

De uma maneira ou de outra, é sempre bom procurar saber que existem diversas profissões no mundo além das profissões que estão em alta. Você sabe o salário dessas profissões que as pessoas costumam discriminar? Veja a seguir:

4 – Diaristas

Dependendo da região e da casa, o valor de uma diarista é de 100 a 200 reais. Uma diarista média, no estado de São Paulo, recebe em torno de R$ 150,00 a cada 6 horas trabalhadas em uma casa de tamanho médio. Se a pessoa trabalha 5 dias por semana, fazendo uma faxina por dia, no valor médio, ao fim do mês faturará cerca de 3 mil reais. Esse valor sobe para 4 mil caso receba 200 por dia trabalhado, sabendo que existem regiões que pagam até mesmo 250 a 300 em uma diária.

3 – Pedreiros

Muita gente não sabe, porém ser pedreiro não é uma tarefa que exige apenas força física. Pedreiros precisam ter qualificação e conhecimento para o cargo, sendo a média de uma diária de um pedreiro o equivalente a R$ 120,00. A renda de um mestre de obras pode chegar até a 6 mil reais, ao passo que um pedreiro especializado em alvenaria ganha em torno de 4 mil reais mensais.

2 – Coveiro

Talvez esse seja um dos trabalhos mais difíceis que existem, e ao mesmo tempo, extremamente necessário. O trabalho de um coveiro consiste em preparar as sepulturas, cavar as covas, retirar lápides e limpar o interior das covas, além de todo o passo-a-passo de um sepultamento.

O salário médio é de R$ 1.475/mensal e o salário pode variar de R$ 880 a R$ 2.051.

1 – Gari

Essa talvez seja a profissão mais discriminada no país, como também com um dos salários mais variáveis do mercado, por conta de serem empregados pela prefeitura. O salário médio de um gari é de R$ 1.242/mensais, sendo essa uma profissão altamente necessária e ao mesmo tempo perigosa, devido à exposição que esses profissionais enfrentam diariamente.

E você, o que achou dessa estatística? Será que os salários desses profissionais estão justos ou precisam de melhorias?

 Conhece mais alguma profissão comumente discriminada? Fale para a gente nos comentários!

[Quanto Ganha]



Fonte: Mistérios do Mundo