Uma bomba caiu no Corinthians e no Flamengo. A CBF anunciou que utilizará mesmo o “replay” ou árbitro de vidro para auxiliar o árbitro em lances polêmicos, como já é utilizado em muitas competições pelo mundo.

A decisão implementará o uso do recurso eletrônico em diversas situações, como: determinar se a bola entrou ou não no gol, determinar a expulsão ou não de atletas, marcação de pênaltis. Na marcação de pênaltis, por exemplo, o Corinthians é o maior perdedor do mundo e já teme até o rebaixamento.

“Como vai existir futebol sem aquele pênalti maroto para o Corinthians? Agora vão ficar pesquisando nossos pênaltis? Este é o futebol moderno que acaba com a paixão, as pessoas não vão se acostumar com uma partida sem o Corinthians ser beneficiado pela arbitragem”, disse o torcedor corintiano, Eurico R. Rupto.

Pelos lados do Flamengo, o discurso foi o mesmo: “Prefiro que coloque 200 juízes em campo, mas nada de recurso eletrônico para todo mundo. Só para o Flamengo, como acontece hoje. O que será do Flamengo sem o nosso 12° jogador?”, disse Atila Drão, torcedor do Mengão.

Segundo levantamento de especialistas, se não fosse a arbitragem, Flamengo e Corinthians não teriam sido campeões de absolutamente nenhum campeonato.



Fonte: Olé do Brasil