Na Lata: Deputados apresentam moção de repúdio contra exposição LGBT


    Foto: André de Abreu

    Os deputados estaduais Lídio Lopes (PEN) e Paulo Siufi (PMDB) apresentaram moções de repúdio contra o Instituto Santander Cultural por ter exibido a exposição a exposição “Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira”, em Porto Alegre.

    Siufi alegou que a exposição promovia a pedofilia, cristofobia e zoofilia. “Com esse absurdo que queriam mostrar o contraditório. Fazer as pessoas pensarem. Pensar sobre essas imagens. Pessoas levando alunos para ver cenas chocantes. Homem com homem. Mulher com mulher. Coisas absurdas”, disse.  

    A exposição sofreu ataques e ameaças do grupo de direita MBL (Movimento Brasil Livre). Diante disso, a direção do espaço cultural encerrou a exposição um mês antes do previsto. O ato causou revolta do setor cultura, que considerou a atitude como censura e retrógrada.  

    Em 2006, Paulo Siufi tentou censurar e impedir a exposição “Habemus Cocam”, do artista plástico Evandro Prado. A exposição de Popart trazia imagens de símbolos católicos, como a Nossa Senhora e o papa João Paulo II, com imagens da indústria de consumo como Coca Cola. 


    Fonte: Topmidianews.com.br