Maitê Proença foi a entrevistada do “Roda Viva” nesta segunda-feira (13) e falou sobre como foi demitida da Globo, após 37 anos na emissora.

A atriz disse que saiu sem nenhum comunicado: “Foi muito estranho eu ser demitida sem nenhum aviso. Só soube quando começaram os boatos na imprensa marrom de que eu já tinha sido dispensada. Liguei para a pessoa que tinha me dito que o meu contrato seria renovado e me falaram que, de fato, ia ser descontinuado”.

Compondo a bancada do programa da TV Cultura, o ator Fulvio Stefanini disse que aconteceu o mesmo com ele: “Isso aconteceu comigo igualmente. Até hoje, eu não sei quem não renovou o meu contrato, porque não recebi sequer um e-mail”.

além disso na atração de entrevistas, Maitê Proença revelou que já foi assediada várias vezes ao longo da carreira. “São muitas as maneiras. Às vezes, o sujeito passa dez anos tirando papéis de você, porque você não cedeu. Ele mina o seu trabalho. São pessoas que atrapalham a sua vida sistematicamente, te perseguindo mesmo”, bradou.

O último trabalho da atriz na Globo foi na novela “Liberdade, Liberdade”, no ano passado.


Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!



Fonte: Na Telinha / UOL