[ad_1]

​O bom trabalho de Fábio Carille com o Corinthians no ano passado, que culminou com o título brasileiro, dá tranquilidade para o treinador no início da atual temporada. ​O técnico tem testado um novo esquema tático para a equipe: deixou o 4-2-3-1 de lado e passou a utilizar o 4-1-4-1, sistema testado algumas vezes em 2017.

No ano passado, no segundo turno, fiz isso em seis jogos, e a resposta foi muito boa mesmo sem ter treinado muito. No 4-2-3-1, se eu tiver de colocar Maycon ou Camacho, já está mais definido. Então estou trabalhando esse 4-1-4-1, com esses jogadores com mais qualidade técnica como meias, como são os casos de Rodriguinho e Jadson. Parecido com o que foi em 2015″, explicou Carille, em entrevista ao ​Lance!.

FBL-US-FLORIDA-CUP

Com a mudança, uma nova dupla passou a ser a responsável pela criação de jogadas do Corinthians: Jadson e Rodriguinho. A dobradinha já deu certo no primeiro jogo do ano, contra o PSV, quando o camisa 10 cobrou falta e encontrou o companheiro, que marcou o gol alvinegro no empate em 1 a 1 com os holandeses.

Desde o final do ano passado o Carille tinha conversado com a gente e vinha tentando implantar essa forma de jogar, com dois meias por dentro. Agora, como temos esse tempo para se adaptar, podemos mudar um pouco e surpreender. Isso é relevante, o Jadson tem muita qualidade no passe, coloca os companheiros na cara do gol. É uma nova forma de jogar que pode dar certo, disse Rodriguinho.

Neste sábado, o Corinthians volta a campo pela Florida Cup, às 16h, quando enfrenta o Rangers, da Escócia.



[ad_2]

Fonte: 90min

Comentários