Carnaval de SP: 1,65 milhão de pessoas foram às ruas neste sábado


Bloco toma conta da região central de São Paulo

Bloco toma conta da região central de São Paulo
CGM/Divulgação

A prefeitura de São Paulo divulgou a estimativa de público do primeiro dia de Carnaval na capital paulistana: 1,65 milhão de pessoas participaram dos desfiles dos blocos e assistiram os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo, no Anhembi, neste sábado (10).

Essa informação é a soma dos números dos agentes da Guarda Civil Metropolitana, da Companhia de Engenharia de Tráfego, dos responsáveis pelos blocos e produtores da comissão do Carnaval.

Balanço de serviços

Equipes de saúde realizaram 163 atendimentos no Sambódromo, sendo 120 pelo serviço contratado e 43 pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Já no Carnaval de rua, a empresa contratada realizou 284 atendimentos. O Samu não foi acionado para atendimento.

Confira a cobertura do Carnaval 2018

Após os desfiles dos blocos e das escolas de samba, as equipes de limpeza urbana recolheram 351 toneladas de lixo. A ação nas ruas e no Sambódromo contou com a participação de 1.655 profissionais.

As equipes de abordagem da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) identificaram 148 situações de trabalho infantil e recebeu três denúncias.

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) reforçou a segurança durante os desfiles dos blocos. O efetivo de 300 guardas realizou a apreensão de 1.031 itens que estavam sendo vendidos no comércio irregular. No Anhembi, 215 guardas auxiliaram na apreensão de 10 carrinhos de vendedores irregulares.

Somente nas regiões da Sé, Vila Mariana e Pinheiros, onde os maiores desfiles se concentraram, fiscais emitiram cerca de 105 notificações de multa com base no Decreto 57.983, que visa conscientizar a população a não urinar nas ruas e vias da capital.


Fonte: R7.com