Entre um teste e outro enquanto além disso vai experimentando as opções que tem à disposição, Jair Ventura vê a instabilidade do time como o principal contratempo do Santos neste início de 2018. Já são três jogos sem vitória no Paulistão, panorama que não só traz incômodo na Vila Belmiro, como igualmente levou o clube a quebrar uma marca negativa que já durava dez anos.

wwew

Até aqui, foram oito pontos conquistados em seis jogos disputados no estadual. É a menor pontuação desde 2008, quando havia feito apenas cinco pontos. Além dos desfalques por lesão (nomes como Bruno Henrique, Victor Ferraz e Lucas Veríssimo seguem fora), tem contribuído em prol da irregularidade o fato de o treinador estar utilizando o torneio para promover testes e realizar observações. Mesmo por isso, foram ​seis escalações em seis duelos distintos até o momento. Situação que gera certa insatisfação na torcida, mas parece sob controle segundo o comandante do Peixe:

“O Santos é uma nova equipe, tiveram novos jogadores, novas contratações, jogadores além disso por chegar. Quando tivermos com todo mundo, a tendência é que a gente possa estar mais forte além disso. Quero dar oportunidade a todos, e isso pode custar pontos, mas não posso chegar em momentos decisivos do ano e não saber quem eu posso usar com essas perdas que vão acontecer por causa de lesão ou de cartão. O torcedor quer sempre a vitória, nós profissionais igualmente, mas temos que ter um pouco de calma para este início de trabalhoMas a resposta do grupo tem sido muito boa e, com certeza, esse grupo vai dar muita alegria para a torcida santista”, analisou Jair.

O Peixe volta a atuar na Vila Belmiro nessa quarta-feira, às 19:30h, quando enfrenta o São Caetano, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.



Fonte: 90min