Fani Pacheco fala de depressão após morte da mãe


Em entrevista à revista Quem, Fani Pacheco falou sobre a morte da mãe e um período de depressão. A modelo chegou a pesar 85 quilos e precisou emagrecer após ser diagnosticada com síndrome metabólica.

Fani começou a engordar após a morte de sua mãe, em 2014: “Comecei a ter compulsão alimentar. Passei a comer, mas fazia dieta e academia junto. E queria emagrecer. Só que entrei num processo que nunca tinha entrado na vida, que é o seguinte: você faz dieta a semana inteira e no final de semana come tanto que engorda tudo o que malhou e deixou de comer durante a semana. Não adiantava nada. E aí eu ficava numa frustração porque isso nunca tinha acontecido comigo”.

Ao procurar um psicólogo, Fani descobriu que estava com depressão pós-luto: “Larguei tudo de mão e comecei a comer mesmo porque a minha vontade era morrer. Sentia uma tristeza profunda. Minha mãe era minha razão de vida. Éramos só nós duas. Eu morava com ela”.


Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!





Fonte: Na Telinha / UOL