A ordenação do tráfego de veículos em Penedo e as responsabilidades da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) foram amplamente debatidas entre vereadores e o gestor da pasta, Ricardo Araújo, durante sessão realizada na Câmara Municipal de Penedo nesta quinta-feira, 24 de maio.

Convidado pelo Poder Legislativo para apresentar esclarecimentos sobre o assunto que é alvo de queixas por parte da população, o representante da municipalidade respondeu a todos os questionamentos, ouviu sugestões e foi elogiado pelos parlamentares.

O primeiro vereador a usar da palavra foi Marival Oliveira, cobrando o uso da Rodovia Mário Freire Leahy para o fluxo de veículos pesados e questionando a mudança na rota do transporte coletivo, o que tem obrigado usuários a descer próximo da maternidade da Santa Casa.

Marival Oliveira comentou sobre a sinalização do trânsito no centro da cidade e a desobediência dos condutores, seja por ignorância ou desconhecimento das normas. Ricardo Araújo disse que a missão é árdua e que o trabalho é feito em equipe, destacando o empenho do pessoal da SMTT para ordenar o trânsito em Penedo.

O superintendente acrescentou que o projeto também definiu pontos de carga e descarga de mercadorias no comércio e que a próxima etapa prevê a devida sinalização na parte alta de Penedo. Sobre o transporte coletivo, ele se comprometeu em rever a situação com a associação que representa o setor no município.

Disque denúncia

Já o vereador Fagner Matias sugeriu a divulgação, na forma de cartaz dentro dos ônibus, do contato da SMTT para denúncias sobre o serviço, com as informações que devem ser apresentadas pelo reclamante. Ricardo Araújo disse que os ônibus serão monitorados via GPS, sistema já licitado, o que facilitará o acompanhamento das denúncias.

Matias questionou ainda as concessões para o transporte coletivo e taxistas, sistemas que estão no limite, como disse o superintendente, frisando que as permissões serão revisadas, inclusive com possibilidade de cassação para os que não atuam no sistema. O vereador sugeriu que a venda de vale-transporte também ocorra durante todo horário comercial no único local atualmente disponível e que se tente ampliar a venda para outros locais, como farmácias e lojas. Outra sugestão é a instalação do cartão magnético para estudantes, sistema que deveria ser instalado com subvenção do município.

Em sua participação, Armando Lima (Mano da Caçamba) pediu solução para o estacionamento de veículos em pontos de ônibus e nas calçadas na Avenida Antônio de Candido Toledo. Para o vereador, a solução é aumentar a fiscalização por parte da SMTT. Ricardo Araújo disse que o efetivo da SMTT é pequeno, mas com o término das obras na parte baixa da cidade, as soluções serão agilizadas.

Acesso

Já Paulo Roberto Ferreira (Roberto da Farmácia) falou sobre a necessidade de facilitar o acesso das pessoas nos ônibus que fazem as linhas urbanas, propondo a instalação de plataformas. O superintendente da SMTT frisou que os veículos devem ser equipados com mecanismo que viabilizam o acesso de cadeirantes. O vereador também pediu a extensão dos horários de transporte para a zona rural, com disponibilidade para o período da tarde, pedido que depende de análise de demanda e viabilidade financeira.

O vereador José Carlos Vicente (Macaxeira) sugeriu que se intensifique campanhas educativas, com foco nas crianças das escolas da cidade, citando o desrespeito sobre o uso da faixa de pedestres por adultos, em especial pais dos estudantes. A proposta visa ainda reduzir os acidentes no trânsito. Ricardo Araújo declarou que esse trabalho já foi iniciado na rede pública, acrescentando outras medidas em curso, inclusive a substituição de quebra-molas por redutores de velocidade.

Cartão de identificação

O parlamentar Edivaldo Santos perguntou sobre o acesso ao cartão que identifica idoso ou portador de deficiente para uso de vaga de estacionamento de veículos. Ele cobrou ainda a identificação da rota e horários dos ônibus do transporte coletivo, medida já encaminhada pela pasta aos permissionários que ainda não cumpriram a determinação, segundo informou Ricardo Araújo.

Depois de agradecer a atenção dispensada aos requerimentos que faz à SMTT, João Lucas sugeriu que o cartão de identificação para idoso ou deficiente seja do tipo adesivo para ser afixado no para-brisa. Ele também pediu organização do estacionamento de veículos no porto das balsas, situação que já está em estudo, informou Ricardo Araújo.

O atraso no fluxo de veículos no trecho da beira-rio até a Praça Jácome Calheiros, sentido em direção à parte alta, deve ser eliminado com a marcação de ‘linha azul’, faixa exclusiva para transporte coletivo, medida que desafogaria o trânsito durante os horários de pico, segundo sugeriu João Lucas. O vereador também propõe que um por cento do valor das multas aplicadas pela SMTT seja destinado para bancar a emissão da CNH para trabalhador residente em Penedo com renda de até um salário mínimo.

Concurso para agente

Em sua participação, o vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Penedo, Ernande Pinheiro, frisou que já solicitou que o governo realize concurso para agente de transito, solução para a reduzida equipe de trabalho da SMTT. Sobre a concessão das linhas para o transporte coletivo, o vereador destacou a importância das empresas penedenses, geradoras de emprego e renda.

Derivan Thomaz também mostrou preocupação com a legislação que trata da permissão para transporte de passageiros em Penedo, especificamente em táxis e mototaxis. O vereador destaca a necessidade de viabilizar a autorização de familiar ou pessoa indicada por titular da concessão, quando este estiver sem condições de trabalhar, e pediu maior rigor para coibir a circulação dos chamados ‘clandestinos’.

Rogério José da Silva (Rogério dos Peixoto) e Josué da Silva Marques (Bili Marques) destacaram a excelência do trabalho desenvolvido pela SMTT de Penedo, apesar das dificuldades inerentes ao setor que não sofrerá ingerência política, conforme afirmou Ricardo Araújo ao ser questionado sobre sua autonomia na gestão da pasta.

Vagas para estacionamento

Último parlamentar a cobrar solução para os problemas relacionados ao trânsito no município, o Presidente Antônio de Figueiredo Barbosa Júnior (Júnior do Tó) propôs reduzir a ocupação de vagas para estacionamento por táxis, no centro de Penedo, com sistema já adotado em outras cidades.

A sugestão que pretende viabilizar mais vagas para consumidores que se dirigem para fazer compras no centro da cidade foi direcionada para a praça de táxi localizada na Avenida Floriano Peixoto. Segundo Júnior do Tó, dois taxistas ficariam no ponto, esperado clientes, enquanto os demais autorizados para atuar no local aguardariam a vez em outro local, sendo chamados via rádio.

O superintendente Ricardo Araújo agradeceu a sugestão do Presidente da Câmara Municipal de Penedo e destacou a colaboração de todos os vereadores na sabatina, declarando que deixava a reunião satisfeito e à disposição dos parlamentares.

Fonte: Assessoria Câmara
Fernando Vinícius