Carismática, Letícia Colin rouba a cena em Segundo Sol


Rosa (Letícia Colin) em Segundo Sol
Rosa (Letícia Colin) em Segundo Sol (Divulgação/ TV Globo)

Não são poucos os atores e atrizes que começaram ainda crianças e conseguiram se manter na televisão com bons serviços prestados. Dentre elas, algumas despontaram como estrelas de primeiro time, caso de Marina Ruy Barbosa, Isabelle Drummond e Bruna Marquezine, todas com status de protagonistas na Globo. Neste contexto, há também aquelas figuras que também cresceram na TV, mas se consolidaram mesmo como poderosas coadjuvantes. E um dos grandes nomes que se encaixam nesta situação é o de Letícia Colin.

Atualmente vivendo Rosa, a garota de programa de Segundo Sol, Letícia Colin chama a atenção de quem assiste a trama de João Emanuel Carneiro pelo carisma que irradia na tela a cada aparição. Com uma boa personagem em mãos, Letícia dá a ela cores poderosas, e faz de Rosa uma jovem forte e que parece de verdade. Rosa tem embates com o pai, e bate de frente com ele para proteger a mãe do machismo que a reprime. Topou ser garota de programa para fugir da família problemática. E, mesmo se submetendo à cafetina Laureta (Adriana Esteves), não abaixa a cabeça. De quebra, engatou um romance quente com Ícaro (Chay Suede), mostrando uma rara química. Ou seja, neste início de novela, Rosa e Ícaro já despontam como o melhor casal da obra.

Sonia Abrão renova contrato com a Rede TV! e fala sobre a concorrência: “Não somos rivais”

Assim, Rosa permite que Letícia Colin finalmente emplaque uma personagem de destaque no horário mais nobre da Globo. Uma consagração de uma menina talentosa e esforçada, que estreou na TV ainda novinha, na série Sandy & Jr. Mais adiante, ainda criança, foi a Kailani, irmã do protagonista de Malhação 2002, e passou pelo rodízio de apresentadoras da TV Globinho. Mas foi preciso sair da Globo para que viessem seus primeiros grandes desafios de fato: Letícia emplacou uma boa personagem em Floribella, da Band, e ganhou personagens mais densos em novelas da Record. Chamou a atenção em Chamas da Vida vivendo Vivi, uma jovem problemática que era vítima de um pedófilo.

Voltou à Globo na apagada Além do Horizonte, mas, mesmo assim, conseguiu se destacar. Dali, saltou para Sete Vidas, onde viveu outra coadjuvante vigorosa: Elisa era “orelha” da mocinha Júlia (Isabelle Drummond), mas tinha sua própria trama, pois era uma menina que enfrentava suas limitações para se tornar modelo. A parceria com Isabelle Drummond ressurgiu em Novo Mundo, trama onde viveu uma das protagonistas, a princesa Maria Leopoldina. Seu trabalho na série Nada Será Como Antes também chamou a atenção.

Ou seja, Letícia Colin começou criança na TV e avançou degrau por degrau no caminho da consolidação de uma carreira. E, a cada novo trabalho, se mostra mais madura e mais segura, o que lhe confere estofo para trabalhos de maior responsabilidade. Seu destaque em Segundo Sol é o resultado de anos de trabalho bem feito.

Com troca na apresentação, Bake Off Brasil tem novos desafios pela frente

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.



Fonte: Observatório da TV

Comentários