Em crescimento, “Cidade Alerta” fecha mês com a maior audiência desde 2012


O “Cidade Alerta” fechou maio com sua maior audiência desde a estreia desta fase atual, em junho de 2012, com o saudoso Marcelo Rezende.

Durante todo o mês, o programa agora apresentado por Luiz Bacci registrou 10,2 pontos de média, superando o recorde anterior, que era de 9,7, alcançado em 2013.

Em maio, o jornalístico obteve um crescimento de 8% em relação à abril. No mesmo período, o SBT marcou 7,5.

O “Cidade Alerta” está numa curva ascendente desde novembro do ano passado, época em que estava mal, em horário reduzido por conta da grade da Record TV, que vinha apostando no “SP Record”. Na ocasião, o jornalístico de Luiz Bacci marcou apenas 5,9 pontos.


Em dezembro, foram 6,3 pontos. No dia 29 de janeiro, em baixa, a emissora resolveu cancelar o “SP Record” e promoveu outras mudanças, fazendo o “Cidade Alerta” retomar as suas três horas de duração. Dessa forma, disparou.

Ainda em janeiro, fechou o mês com 7,1 pontos. Em fevereiro, saltou para 8,4; em março, cresceu mais e conquistou 8,8 de média mensal; em abril pulou para 9,5 e, agora em maio, chegou nos 10,2 pontos.

Neste último mês, o programa investiu forte na cobertura da greve dos caminhoneiros e chegou até mesmo à liderança durante alguns minutos contra “Malhação”. Também bateu recorde anual na edição que abordou o desabamento de um prédio no Centro de São Paulo.

Luiz Bacci é o titular do “Cidade Alerta” desde o falecimento de Marcelo Rezende, em setembro de 2017, e vem imprimindo seu estilo na apresentação.

Esses dados são consolidados e referem-se a um grupo de telespectadores na Grande SP.


Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!





Fonte: Na Telinha / UOL