BLOG: Pinga Fogo: Que comece a treta e o mimimi

0
BLOG: Pinga Fogo: Que comece a treta e o mimimi

Treta selada II

Tá chegando o mês de agosto e com ele a continuação do filme ‘treta selada II – as cavalgadas continuam’. Na verdade o que continua são as tretas entre os organizadores, porque o povão quer alegria, diversão e forró. Dia 05 de agosto, eis que acontece um casamento do matuto em Piaçabuçu com organização da prefeitura. Já no dia 25 outro casamento do matuto arrasta os cavaleiros e amazonas, esse já acontece há 25 anos e a organização é do ex-prefeito Dalmo Júnior e amigos.

Vai não…

E não é que nas tretas dos casamentos tem até banda que não vai poder tocar na festa sob ameaça da empresa contratada não vender mais shows. Nos bastidores políticos tem quentão fora de época e os áudios dos convites rolando nas redes sociais. As bandas locais devem ser convidadas a tocar, mas por amor devem aceitar um cachê bem inferior ao que geralmente recebem. E dizem que renovação se faz sem valorização. Será?

Bom de Bola, Bom na Escola

O Projeto ‘Bom de Bola, Bom na Escola’ de iniciativa do vereador José Carlos Vicente (Macaxeira – PSL), vem fazendo a diferença na vida de 52 crianças que têm ocupado seu tempo no contraturno escolar com práticas esportivas e noções técnicas de futebol. Para o vereador Macaxeira a sensação de leveza com o ato de solidariedade e carinho com a criançada. Para os pequenos craques o sonho mais alto no desejo inspirado por jovens que saíram das periferias para brilharem no futebol mundial.

Neópolis

A cidade sergipana de Neópolis conhecida nacionalmente como a capital sergipana do frevo, parece que está realmente vivendo um carnaval continuo de irresponsabilidade administrativa. A orla da cidade que antes servia de paisagem fotográfica para os casais de namorados e turistas, atualmente vive o abandono e a inércia do poder público. Já em um das principais praças da cidade, os formigueiros dão o tom de mais abandono e a certeza de que a nau está à deriva.

Alguém sabe o porquê?
A Câmara de Penedo irá conceder o título de cidadão penedense ao Desembargado Whashigton Luiz Damasceno. Alguém sabe explicar o porquê ou o motivo da honraria?

Por Rafael Medeiros
@medeiros_al