Glenda Kozlowski aposta em título do Brasil e conta que tem dormido pouco


A jornalista Glenda Kozlowski está em sua quarta Copa do Mundo. Sua primeira foi em 2006, na Alemanha quando o Brasil foi eliminado nas quartas de final pela França.

Para ela, neste ano, o Hexa vem: “O Brasil fez uma campanha avassaladora nas eliminatórias. Temos vários craques, respeitados nos seus clubes na Europa, e um técnico (Tite) muito competente”.

Glenda declarou ao jornal O Globo que acredita no título: “Chegamos à Rússia com todas as credenciais para o hexa”.

Ela relembra quando esteve na África do Sul em 2010 e contratiu H1N1: “Nem fui ver a partida que o Brasil perdeu. Em 2014 no Brasil foi incrível. Um privilégio poder participar de uma cobertura tão espetacular. Ver a final no Maracanã foi a maior alegria do mundo”.

Com o fuso horário de seis horas a mais, relata: “Normalmente acordo às 4h para fazer o ‘Jornal da Globo’ e depois descanso umas duas horas (em seguida, ela entra ao vivo no ‘Hora 1’). Treinos, coletivas, entrevistas, tudo começa à tarde. O treino, geralmente, é às 17h. A coletiva, quando acontece, é às 19h. Com essa descansada depois do ‘JG’, consigo levar bem o resto do dia”.


Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!





Fonte: Na Telinha / UOL