Leo Dias vai acionar a Justiça após ser detonado por Naldo Benny


Leo Dias vai processar Naldo Benny após ser ofendido pelo cantor em vídeos no Stories (registros que ficam no ar por apenas 24 horas) do Instagram.

O jornalista disse no programa “Fofocalizando” desta terça-feira (17) que o departamento jurídico do SBT o orientou a não falar sobre o cantor. Segundo Leo Dias,  “o caso será resolvido na Justiça”.

Procurado pela reportagem do NaTelinha, Leo Dias reafirmou não pode falar sobre o assunto.

Tudo começou no “Fofocalizando” da última segunda-feira (16), quando o jornalista afirmou que Naldo Benny chegou a oferecer dinheiro para ele “calar a boca” quando dava notas falando sobre o filho do cantor.

“Eu estava dando várias notas sobre o filho dele, que o filho não tinha onde morar, não tinha plano de saúde. Eu estava em uma festa num restaurante de um amigo quando ele me chama em um canto e diz. ‘Quanto você quer para calar a boca?’. Sabe o que eu quero? Uma pensão pra sua mulher, uma casa para o seu filho e um plano de saúde para o seu filho”, disse Leo Dias.

Após a exibição do programa, Naldo Benny fez vídeos rebatendo as afirmações: “Esse jornalista de mer**. Tem anos que ele fica falando mal de mim e agora acordou com essa neurose na cabeça.” Naldo chegou a dizer que Leo Dias era comprado, entre outras declarações fortes, como dizendo que ele é “cheirador”.

Leo Dias usou o Twitter para comentar as declarações de Naldo. “Naldo me atacando? Aiai… as precisam lidar melhor com o fim da fama.E Naldo, ‘CHERADOR’ de merda, escreve-se CHEIRADOR. Camões agradece. Adicção e vicio é Doença. Tráfico, não, tá, Naldo. Nem associação ao tráfico. Vale a dica”.

O último twett de Leo Dias sobre o caso foi: “Naldo deveria ficar feliz.”


Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!





Fonte: Na Telinha / UOL