O naufrágio do Navio Albatroz, 1886


O naufrágio do navio Albatroz em O Tempo Não Para
O naufrágio do navio Albatroz em O Tempo Não Para (Reprodução)

O Tempo Não Para estreia dia 31 de julho às 19h30, na Globo. A novela substitui Deus Salve o Rei e se passa em duas fases. A primeira em 1886 terá uma cena emblemática, o naufrágio do navio Albatroz. A embarcação levaria a Família Sabino do Brasil para a Europa, mas afunda ao chocar com um iceberg. Este será o ponto de transição para a nova fase da novela, que será em 2018.

O moderno vapor Albatroz espera a família no porto do Rio de Janeiro. É a embarcação tida como mais segura na época. As melhores cabines foram reservadas para as necessidades de Dom Sabino, que embarca com a esposa, Agustina, e as filhas Marocas, Nico e Kiki. O guarda-livros Teófilo, a preceptora Miss Celine, os escravos, Damásia, Cesária, Cairu, Menelau e Cecilio, além do cachorro Pirata vão juntos.

Veja também: Christiane Torloni destaca semelhanças com sua personagem em O Tempo Não Para: “Carmen é uma criatura crível”

Quem também está a bordo é Bento. Por sorte (ou azar), sem saber que a família Sabino Machado estaria lá, o rapaz está trabalhando como garçom no navio.

Para Dom Sabino, esta é também uma viagem de conhecimento. Ele resolve reviver a rota percorrida por Charles Darwin, passando pela Patagônia. Por obra do destino, o navio colide com um iceberg de proporções monumentais. Uma enorme fresta se abre no casco e começa a entrar água.

A família Sabino Machado e seus agregados se reúnem no convés do navio e começam a clamar aos céus por um milagre. O buraco no casco só aumenta e a tragédia é inevitável. O Albatroz naufraga em um oceano congelante.



Fonte: Observatório da TV