Relembre dez casamentos que acabaram em barraco nas novelas


No capítulo de “Segundo Sol” da última quinta-feira (26) foi ao ar as primeiras cenas do casamento de Roberval (Fabrício Boliveira) e Cacau (Fabíola Nascimento). A sequência não começou bem. Minutos antes de dizer “sim”, o milionário descobriu que a chef de cozinha o traiu com seu irmão, Edgard (Caco Ciocler).

Nesta sexta-feira (27), o telespectador irá conferir o desfecho desta história. Entretanto, já deu para perceber que não será nada bom. Assim como na atual trama das nove, muitos casamentos dos folhetins terminaram em barraco.

Destacamos 10 deles.

Confira!

Isabela e Diego em “A Próxima Vítima” (1995)

Na trama escrita por Sílvio de Abreu, Isabela (Cláudia Ohana) era noiva de Diego (Marcos Frota), mas mantinha um caso com Marcelo (José Wilker), marido de sua tia Francesca Ferreto (Tereza Rachel). O rapaz descobre a traição da amada e com a ajuda da secretária da empresa arma um flagrante para que todos saibam que a jovem não vale nada. Minutos antes do casamento, Isabela é pega aos beijos com Marcelo na cama, vestida de noiva. Diego arrasta a ex-noiva pelos cabelos até o salão da mansão dos Ferreto e lhe dá uma surra na frente de todos os convidados. 

Ana e Juca em “A Próxima Vítima” (1995)

Para se vingar de Ana (Susana Vieira), que teve um relacionamento longo com Marcelo (José Wilker) durante muitos anos, Isabela revela no dia do casamento da dona de cantina italiana com o feirante Juca (Tony Ramos) que Giulio (Eduardo Felipe) é filho do noivo e não do ex-amante, como todos imaginavam. As duas saem no tapa ainda na igreja enquanto Juca abandona Ana.

Bionda e Tatuapu em “Uga-Uga” (2000)

No folhetim escrito por Carlos Lombardi, Bionda (Mariana Ximenes) é abandonada por Tatuapubem na hora de dizer o “sim”. Ao invés de se casar com a jovem, o índio decide ir embora com Gui (Nívea Stelmann), deixando a noiva desmaiada em pleno altar. 

Guilherme e Alice em “Morde & Assopra” (2011)

Na trama de Walcyr Carrasco, o casamento de Guilherme (Klebber Toledo) e Alice (Marina Ruy Barbosa) é interrompido por Júlia (Adriana Esteves) com a revelação de que o noivo é filho de Dulce (Cassia Kiss), uma faxineira que trabalhou a vida toda para que o rapaz tivesse uma boa formação. Escondida nos fundos da igreja para tentar assistir ao casamento do filho, Dulce passa mal e precisa ser socorrida. É aí que todos na cidade descobrem que além de sentir vergonha da posição social da mãe, Guilherme mentiu sobre sua formação em medicina. Desesperado, ele pede socorro na esperança de conseguir um médico de verdade para atendê-la.

Celeste e Abner em “Morde & Assopra” (2011)

Apaixonado por Júlia (Adriana Esteves), Abner se arrepende do compromisso firmado com Celeste (Vanessa Giácomo) um pouco tarde demais. O fazendeiro abandona a noiva na igreja, diante de todos os convidados e sem muitas explicações. Envergonhada, Celeste jura se vingar do ex-noivo pela humilhação.

Maria Amália e Rafael em “Fina Estampa” (2011)

VEJA TAMBÉM

Na história escrita por Aguinaldo Silva, Zuleika (Juliana Knust) interrompe a cerimônia de casamento entre Rafael (Marco Pigossi) e Maria Amália (Sophie Charlotte) com a intenção de desmascarar o noivo, afirmando que o rapaz quer dar o golpe do baú. No entanto, Edvaldo (Paulo Zulu), padrinho do noivo, acusa a menina de estar inventando uma mentira só porque é apaixonada por Rafael, salvando o casamento do amigo.

Nina e Jorginho em “Avenida Brasil” (2012)

O tempo esquentou mais uma vez entre as desafetas Carminha (Adriana Esteves) e Nina (Debora Falabella). No casamento do filho com a chef de cozinha, no lixão, a mãe do noivo parte para a briga com a futura nora e no meio da discussão corta o braço de Nina com uma garrafa quebrada. Irritado, Jorginho separa as duas e mesmo diante da justificativa da mãe, que afirma querer o seu bem separando-o do mal, ele fica a favor da amada e a leva para um hospital.

Alexia e Cadinho em “Avenida Brasil” (2012)

Também na trama de João Emanuel Carneiro, Paloma (Bruna Griphão) fica revoltada quando descobre que Alexia (Carolina Ferraz) escondeu que Cadinho (Alexandre Borges) era seu pai. Então, ela decide se vingar acabando com o casamento dos dois. Para isso, durante a cerimônia Paloma rouba o microfone das mãos do padre e anuncia ser filha de Cadinho. Ela ainda afirma que o pai é mulherengo, pois mantém relacionamento com mais duas mulheres, Noêmia (Camila Morgado) e Verônica (Débora Bloch). Depois que o microfone é recuperado, o noivo ainda tenta convencer o padre a dar continuidade à cerimônia, mas para a felicidade de Noêmia e Verônica, que estão presentes e vibram com a situação, já é tarde demais.

Márcia e Atílio em “Amor à Vida” (2013)

Márcia (Elizabeth Savalla) é uma humilde vendedora de cachorro-quente enquanto que Atílio/Gentil (Luiz Mello) é um malandro, preguiçoso e mulherengo que vive se fazendo de vítima. Apaixonada, os dois decidem se casar em uma cerimônia coletiva. Chegando lá, ele fica de olho em outra noiva e chaga a apalpar seu bumbum, quando o noivo dela percebe e parte para a briga. Ingênua, Márcia sai em defesa de Gentil e sai no tapa com a outra noiva, obrigando padre a interromper a cerimônia para que as duas sejam separadas.

Nicole e Thales em “Amor à Vida” (2013)

Ainda na trama de Walcyr Carrasco, Nicole (Marina Ruy Barbosa) é uma jovem milionária condenada à morte que acaba sendo envolvida em um plano sórdido elaborado porLeila (RicardoTozzi) que convence o namorado, Thales (Fernanda Machado), a conquistar a casar-se com a jovem para matá-la em seguida e, assim, os dois ficarem com sua fortuna. O caso entre os dois é descoberto pela governanta de Nicole, que desmascara o noivo na igreja. A notícia acaba antecipando a morte da jovem, que não aguenta a desilusão de ser traída e morre em pleno altar afirmando seu amor pelo rapaz. Favorecido pelo testamento de Nicole, Thales enriquece. Entretanto, passa a ser atormentado pelo espírito da moça, até reconhecer que a amava de verdade.


Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!





Fonte: Na Telinha / UOL