VÍDEO: Vereador Nelsinho desiste de ser candidato a deputado estadual

Divulgação

O vereador Nelsinho Azevedo não será mais candidato a deputado estadual. O parlamentar por Penedo informou sua desistência em vídeo publicado nas redes sociais na manhã desta terça-feira, 07 de agosto.

“É com muita tristeza que venho aqui comunicar que não mais poderei ser candidato a deputado estadual”, afirma Nelsinho no vídeo, frisando ter sido vítima da decisão de seu partido (DC ), sigla que antes lhe assegurava situação mais confortável de ser eleito no que se refere as alianças que definem coligações partidárias.

“Esta semana eu fui submetido a tudo o que há de mais perverso que a política pode ter. O meu partido, que antes me oferecia todas as condições de escolher a melhor coligação para que a gente pudesse disputar a eleição com possibilidade de vitória, se bandeou para outras coligações”, diz o vereador penedense sobre a campanha das eleições de 2018.

A mudança de rumo do partido Democracia Cristã – que abandonou a oposição ao governador justamente para entrar no ‘chapão’ formado para reeleger Renan Filho – é motivada por “fatores pessoais”, segundo o político penedense, acrescentando um suposto ‘toma lá, dá cá’ na decisão tomada pelo presidente estadual da sigla DC, Eudo Freire.

Nelsinho Azevedo menciona oferta de “cargos e outras coisas mais” no posicionamento de Eudo Freire. “O partido praticamente só tinha a mim como candidato e mesmo assim eles (sic) não hesitaram em destruir a minha candidatura e decidiram (sic) coligar o partido lá, praticamente sem ninguém”, afirma Nelsinho.

“Foi um jogo muito sujo”, dispara o vereador que afirma ter tentado reverter a situação até o último momento. “Eu perdi para a covardia, mas estou aqui de cabeça erguida e com coragem para recomeçar. Eu tinha certeza que seria deputado estadual por Alagoas e nos vemos em breve”, conclui Nelsinho no vídeo, agradecendo o apoio que recebeu.

Fora da disputa para uma cadeira na ALE nas eleições de 2018, Nelsinho volta sua atuação política para a Câmara de Vereadores. Em seu terceiro mandato, ele foi eleito pelos colegas parlamentares como líder da bancada de oposição, posição que assumiu desde o início da segunda gestão do prefeito Marcius Beltrão.

Em seu currículo, Antônio Nélson Oliveira de Azevedo Filho tem ainda o cargo de secretário municipal de agricultura durante parte do primeiro mandato de Március Beltrão e chefe de gabinete do governo Israel Saldanha. Também criou o IPAS (Instituto Penedense de Ação Social), entidade voltada para prestar assistência a dependentes químicos que atualmente não funciona.

Em 2016, Nelsinho foi eleito com 876 votos pela coligação encabeçada por Ivana Toledo e Carlos da Educação. Antes das convenções, ele e seu pai apoiavam publicamente a candidatura do médico, ex-vereador e ex-secretário de saúde de Penedo, dr. Raimundo Souza.

Contudo, o senador Benedito de Lira ofereceu a superintendência da Codevasf em Alagoas para o pai de Nelsinho, que aceitou o retorno ao cargo. Em entrevista que fiz com o senador, Biu de Lira confirmou que havia condicionado a oferta do cargo com o fim do apoio para Dr. Raimundo, mudança de posição que também incluiu o vereador Nelsinho no ‘pacote’.

Assista ao vídeo: