Lesão em Recife pode mudar planos de Felipão contra o Cruzeiro


​O Palmeiras foi a campo na noite do último domingo diante do Sport, na Ilha do Retiro, e ​mais uma vez saiu com a vitória utilizando a maioria do time reserva. A preocupação era uma só: poupar e recuperar os atletas que atuaram contra o Colo-Colo para estarem aptos a encarar o Cruzeiro na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil. Mas nem tudo correu como o esperado.

Palmeiras v Vasco da Gama - Brasileirao Series A 2018

Ao escalar Thiago Santos como titular no meio-campo, Felipão indicou que diante da Raposa a opção talvez seja por um setor central mais ofensivo, formado por Bruno Henrique, Moisés e Lucas Lima na criação. O problema é que este último sofreu uma lesão no quadril ainda no primeiro tempo contra o Leão e tornou-se dúvida para a partida decisiva no Mineirão. Seu substituto imediato foi Alejandro Guerra, opção arriscada contra os mineiros, já que não atuava desde maio.

Até porque, a missão em Belo Horizonte está longe de ser das mais fáceis. Os palmeirenses precisam vencer o Cruzeiro por uma diferença de dois gols no Mineirão. Em caso de vitória por apenas um gol, a vaga na final será decidida nos pênaltis. O empate não interessa aos paulistas, que perderam o primeiro jogo por 1 a 0 no Allianz Parque.



Fonte: 90min

Comentários