Mbappé ganha presente de Pelé, e Santos aproveita para provocar Neymar


​Aos 19 anos e seis meses, Kylian Mbappé se tornou o segundo goleador mais jovem de uma final de Copa do Mundo, atrás apenas de um certo camisa 10 chamado Edson Arantes do Nascimento, que ajudou o Brasil a levantar seu primeiro troféu em 1958. Pois o francês ganhou de presente uma camisa do ​Santos autografada por Pelé e fez questão de agradecer publicamente.

Suspenso da partida do Paris Saint-Germain contra o Rennes, neste domingo, ele colocou no Twitter uma foto em que exibia o uniforme com a Torre Eiffel iluminada ao fundo. “Obrigado por este magnífico presente, Rei Pelé”, escreveu. Pois o brasileiro respondeu, também via rede social. “De nada, Kylian Mbappé. Eu acredito que você tem algo especial. Eu apenas tenho dois conselhos a te dar – continue sempre humilde e trabalhando duro. Tenho certeza que o fará.”

O caso gerou repercussão até mesmo no Santos, como forma de provocação a Neymar, que recentemente fez um post no qual falou de seu início no futebol e não citou o Peixe. “Presente do Rei Pelé. Do maior do mundo para o atual maior da França. Saudações alvinegras, Kylian Mbappé!”, escreveu o clube praiano. Aos 77 anos, Pelé já elogiou Mbappé em diversas oportunidades. Até em tom de brincadeira, lembrou o feito alcançado pelo garoto na partida em que conduziu a França ao bicampeonato mundial, na Rússia. “Se Kylian, continuar igualando meus recordes, vou ter que voltar a calçar minhas chuteiras”, brincou o Rei, logo após a decisão da última Copa do Mundo.



Fonte: 90min

Comentários