JB X JB

Há poucos dias para a votação que vai eleger e reeleger governadores, senadores, deputados federais e estaduais, o deputado estadual João Beltrão, em comício realizado na cidade de Coruripe, declarou publicamente seu apoio ao candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL). Amado e odiado pelo mesmo motivo, seu discurso forte e muitas vezes de ataques desnecessários aos adversários, JB que se aposenta da vida pública em 2018, ainda tem mostrado fôlego para acompanhar a maratona eleitoral desse ano.

Reeleições Garantidas

A campanha eleitoral chegou ao final para quem não for para segundo turno. Ao menos em Alagoas de acordo com as últimas pesquisas divulgadas para Governo e Senado, o cenário já se consolida com as reeleições do Governador Renan Filho e de seu pai, o Senador Renan Calheiros. A novidade para o Senado é o nome do deputado estadual Rodrigo Cunha que aparece colado em Renan e bem distante do terceiro e quarto colocados.

Segue o líder

Na nova pesquisa Datafolha publicada nesta quinta-feira (04), o candidato à Presidência da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), apareceu com larga vantagem à frente do segundo colocado nas pesquisas, o petista Fernando Haddad. Numa perspectiva da margem de erro para cima ou para baixo, Bolsonaro aparece com 39% dos votos válidos, estando a 11 pontos no patamar para a vitória no 1º turno.

Fenômeno

Ouvindo alguns veteranos da política, a menção de que Bolsonaro é um fenômeno eleitoral é praticamente unânime. Muitos lembram o candidato caçador de marajás, o Senador alagoano Fernando Collor (PTC), que venceu Lula e consequentemente sofreu processo de impeachment. Alguns professores de história já afirmam que futuramente contarão a história do candidato que hospitalizado e sem participar da campanha eleitoral, conseguiu liderar as pesquisas e vencer a eleição. Será?

Corrupção Eleitoral

Muitos eleitores batem no peito e soltam a voz quando o assunto é combate à corrupção eleitoral. Como a inversão de valores e o reino da hipocrisia impera em nosso meio, parece que os mesmo eleitores defendem a tese do faça o que digo e não faça o que faço. Com discursos de ódio, intolerância e uma primavera florida com ramos cheios de espinhos, os lobos travestidos de inofensivos cordeirinhos, exalam os cheiros da arrogância e prepotência, misturados a outras qualidades para justificarem a necessidade de ter bandido de estimação.

Uma eleição passando pela outra

E como já era esperado em muitos municípios alagoanos, as eleições de 2020 parecem ter sido antecipadas. Mesmo antes de acabar o pleito eleitoral de 2018, muitos nomes já surgem como pretensos pré-candidatos a prefeito de seus municípios. Como a vida é trem-bala e nós somos passageiros prestes a partir, todos devem continuar a orar e vigiar, pois não sabem o dia nem a hora de partir sem direito à despedidas.