​Sem jamais convencer desde que foi contratado pelo Santos, o zagueiro Cleber Reis acabou emprestado ao ​Paraná para a disputa do Campeonato Brasileiro. Pois esta negociação está gerando é muita dor de cabeça à direção do Peixe.

De torcedor para torcedor: ​clique aqui e siga o 90min no Instagram!

A cedência se encerraria com o término da competição, mas o clube de Curitiba devolveu o atleta antes do prazo. O Peixe, por sua vez, desconfia que o profissional está com uma lesão no tornozelo direito e, se confirmado o problema, os dirigentes garantem que o Tricolor será obrigado a realizar o tratamento durante a vigência do acordo. Além disso, a cúpula alvinegra aponta um “calote” do rival, que não teria repassado grande parte do valor envolvido na negociação.

Internamente, o Santos acredita que o ressarcimento ocorrerá sem maiores problemas, uma vez que tudo está previsto em contrato. Já o Paraná, que também não pagou ao atleta alguns meses de salário (a equipe ficou responsável por R$ 100 mil, enquanto os paulistas arcavam com R$ 125 mil neste período), diz que já há um acordo verbal para, ao menos, quitar esta dívida. A ideia é esperar que todos os exames fiquem prontos para, aí sim, assinar um documento para estipular como se dará este repasse. A ideia dos paranaenses, já rebaixados à Série B do Brasileirão, é que o primeiro pagamento fique para dezembro, quando deve haver a entrada de verba da televisão. No clube do Sul, Cleber Reis atuou somente em 12 partidas e ficou a maior parte do tempo no banco de reservas. Em determinado momento, até foi afastado por “falta disciplinar grave”, mas acabou reintegrado posteriormente.





Fonte: 90min