Felipão no No Ar, do Esporte Interativo
Felipão (Reprodução / Esporte Interativo)

Próximo de dar o decampeonato ao Palmeiras, Felipão não tem “abaixado a guarda” para a mídia. Depois de xingar jornalistas da TV Globo ao final de uma partida, o técnico do time alviverde se envolveu em mais uma polêmica.

Desta vez o imbróglio ocorreu com o canal SporTV, da Globosat. De acordo com o portal UOL Esporte, Luiz Felipe Scolari negou um convite para participar do programa Bem, Amigos, apresentado por Galvão Bueno.

Leia mais: Globo anuncia patrocinadores do Futebol 2019 e da Fórmula 1

O site informa que a emissora dedicada a esportes chamou o treinador no final de outubro, porém, logo após recebeu a negativa. A partir daí, Bueno teria tentado trazê-lo ao programa, mas sem sucesso.

Segundo a assessoria do técnico de futebol, não houve nenhum convite realizado pela emissora paga. Além disso, informou que ele não está disponível para entrevistas exclusivas até o fim de 2018.

Contudo, o profissional esteve no Globo Esporte desta sexta-feira (9) em um bate-papo exclusivo.

Leia mais: Helio de la Peña atribui “baixa” do Casseta & Planeta a restrições impostas pela Globo

Mágoa com Galvão pode ser motivo para recusa de Felipão

A saber, mesmo com a assessoria de Felipão informando outros motivos, a recusa para participar do Bem, Amigos pode ter uma outra razão. Ela seria “Galvão Bueno”.

Isso por que os dois não se “bicam” desde a derrota do Brasil para a Alemanha por 7 a 1 na Copa do Mundo de 2014.

Leia mais: Fernanda Gentil migra para o entretenimento e é substituída no Esporte Espetacular

De acordo com a mesma matéria do UOL, Felipão não teria gostado nada das críticas feitas por Bueno após o fatídico jogo.

Como noticiamos aqui, em maio deste ano Felipão falou de sua mágoa com o narrador em entrevista a André Henning, do Esporte Interativo.

“Teve um colega teu, de TV, que passou dez minutos depois do jogo apontando pra mim. Hoje eu não falo para esse senhor, no caso, o Galvão Bueno. Enquanto ele achar que é o todo poderoso, um deus, e que pode fazer aquilo que fez comigo, me jogando contra a torcida…. Eu fico aqui. Cada um na sua. Eu não devo nada, cada um faz o seu trabalho e segue sua vida”, disse ele na época.



Fonte: Observatório da TV