Laureta (Adriana Esteves), de Segundo Sol, da Globo
Laureta (Adriana Esteves), de Segundo Sol, da Globo (Reprodução/Globo)

O destino final de Laureta, em Segundo Sol, causou repercussão nas mídias sociais, na noite desta sexta-feira (10). Depois assassinar, sequestrar, traficar drogas e muito mais, a vilã acabou a novela como rainha dentro de uma penitenciária. A personagem de Adriana Esteves teve regalias, como uísque, lagosta, celular, televisão de última geração.

Mas, apesar da semelhança com a realidade brasileira, parte do público ficou chocado, para bem e para o mal, com o tom de deboche com que a personagem finalizou suas últimas cenas. Depois de nem sofrer na cadeia, a cafetina decidiu esquecer da família Falcão, suposto motivo de ter se tornado um monstro, e passou a apostar na política, como deputada federal.

Veja também: Em alta na Record, Xuxa é disputada por dois canais de televisão argentinos

“Laureta no poder, garantia de prazer. Vote 6969″, disse, debochada, a cafetina, com direito a piscadinha para a câmera, em uma interação direta com o telespectador. Esse final impactante da vilã, que, apesar de malvada, tinha muito humor, gerou comentários no Twitter.

Shade para Bolsonaro

Muita gente, relacionou as palavras finais da personagem com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, já que ela foi perguntada sobre economia e desconversou. Até mesmo usou o termo fake news para justificar suas contradições morais, quando confrontada.

Um usuário disse que “Laureta saindo da prisão depois de ter cometido vários crimes, inclusive assassinatos, e se candidatando foi o que teve de mais próximo da realidade nessa novela. Só faltou um juiz considerado mito dizendo que ela pediu perdão e que agora tá de boa”. Já outro disse que trocaria Bolsonaro, pela vilã da novela das 21h.

Confira os melhores tuítes

E mais!





Fonte: Observatório da TV