Nicette Bruno e Irene Ravache integram elenco de “Éramos Seis”, na Globo (Imagens: Divulgação / Globo)

A Globo já definiu as personagens de Nicette Bruno e Irene Ravache em “Éramos Seis”, atualização de Ângela Chaves para o texto de Rubens Ewald Filho e Silvio de Abreu, baseado na obra de Maria José Dupré. Nicette foi a protagonista, dona Lola, da versão produzida pela Tupi, em 1977; já Irene esteve à frente do elenco na regravação do SBT, em 1994. O intérprete do principal personagem masculino, Júlio, também foi escolhido: Cássio Gabus Mendes.

Segundo informações do jornalista Flávio Ricco, Nicette viverá dona Maria, mãe da heroína, agora a cargo de Gloria Pires. Na Tupi, a senhorinha – que vivia na interiorana Itapetininga, sempre às voltas com tachos de doces – foi designada a Leonor Lambertini; Yara Lins respondeu pelo papel no SBT.

Já Irene responderá pela execrável dona Emília, a tia rica de Lola. Nydia Lícia se encarregou do tipo na emissora pioneira; Nathalia Timberg assumiu a maledicente quatrocentona no canal de Silvio Santos – após a desistência da inicialmente escalada Aracy Balabanian.

Patriarca

O Júlio, agora entregue a Cássio Gabus Mendes, foi de Gianfrancesco Guarnieri (na Tupi) e Othon Bastos (no SBT). Como marido de Lola – e pai de Carlos, Alfredo, Julinho e Isabel –, Cássio irá reeditar a vitoriosa parceria com Gloria; os dois formaram par em “Vale Tudo” (1988), “Desejos de Mulher” (2002) e “Babilônia” (2015).

“Éramos Seis” estreia em março de 2020, após “Espelho da Vida”, “Órfãos da Terra” – de Duca Rachid e Thelma Guedes – e “Nos Tempos do Imperador” – de Alessandro Marson e Thereza Falcão. Carlos Araújo responde pela direção artística; o início das gravações está previsto para janeiro de 2020.

COMENTÁRIOS – Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!



Fonte: RD1.com.br