​No domingo, quando enfrentar o Vasco pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o ​Grêmio estará disputando a sua primeira partida diante do torcedor após a eliminação na Libertadores. Porém, não é apenas este trauma que precisa ser superado. A equipe vive a sua pior sequência como mandante de toda a temporada.

Já segue a gente no Instagram? ​Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

Se ao longo de 2018 o aproveitamento tricolor jogando em casa é muito bom – em 33 jogos, venceu 20, empatou oito e perdeu apenas cinco -, o retrospecto recente aponta para um jejum de mais de um mês. O último triunfo na capital gaúcha se deu no longínquo 2 de outubro. Na ocasião, o time derrotou o Atlético Tucumán-ARG por 4 a 0 e avançou à fase semifinal do torneio continental. Depois, veio o empate com o Bahia (2 a 2), a derrota para o Sport (4 a 3) e a fatídica queda frente ao River Plate-ARG (2 a 1). Se a linha de corte for apenas o Brasileirão, os três pontos não são conquistados desde os 3 a 2 frente ao Ceará, em 23 de setembro.

“A gente sabe da nossa força jogando em casa. Precisamos dos três pontos porque queremos entrar na Libertadores do ano que vem diretamente na fase de grupos. Ficar na pré é muito ruim e, por isso, queremos os três pontos mais do que tudo”, disse o atacante Everton. Se o Grêmio bater os cariocas e o São Paulo não vencer o Corinthians, os azuis entrarão no G-4, ficando na quarta posição ao final da 33ªª rodada do Nacional.

​​





Fonte: 90min