Cinco pontos separam o ​Internacional do topo da tabela de classificação, com seis rodadas para o fim do Brasileirão. A missão de tirar tal desvantagem com apenas 18 pontos em jogo é árdua, mas ninguém no Beira-Rio sequer cogita “jogar a toalha”. Se antes o discurso era pensar jogo a jogo, hoje o grupo colorado faz contas, e projeta uma meta ambiciosa pelo título nacional que o clube não leva desde 1979.

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

Internacional v Atletico PR - Brasileirao Series A 2018

​​Como destaca o ​Globoesporte, o discurso de regularidade tem sido amplamente levantado nas coletivas de Odair Hellmann. De fato, o Internacional caminha (em projeção) para emplacar uma campanha perfeitamente consistente, já que nas 13 rodadas disputadas no returno, somou os mesmos 23 pontos que conquistou em seus primeiros 13 jogos do Brasileirão, com uma campanha idêntica de seis vitórias, cinco empates e duas derrotas.

Nesta toada, o Inter repetiria no returno o que fez no turno: 38 pontos em 19 rodadas, alcançando a marca de 76 pontos, tido por especialistas como o “número mágico” para a conquista do título. Para conseguir esse feito, a equipe gaúcha terá que beirar à perfeição nas seis rodadas finais do Campeonato: 15 pontos em 18 possíveis. 

Esta meta, no entanto, pode não ser suficiente caso o Palmeiras mantenha seus 68,8% de aproveitamento totais, que levariam o clube paulista aos 78 pontos ao final do Brasileirão. Neste cenário, o Colorado precisaria de seis vitórias nos seis jogos, chegando aos 79.

Na ‘ponta do lápis’ e considerando o equilíbrio da competição, tal projeção parece irreal. No entanto, a tabela do Internacional é bastante acessível em comparação aos outros postulantes ao título. Os compromissos da equipe gaúcha são: Ceará (F), América-MG (C), Botafogo (F), Atlético-MG (C), Fluminense (C) e Paraná (F).

​​





Fonte: 90min