Com 99% de chances de classificação à Libertadores de 2019 – veja a matemática de cada time ​aqui -, a diretoria do Internacional já mapeia o mercado e avalia as principais carências do atual elenco, vislumbrando um grupo ainda mais competitivo na próxima temporada. A principal prioridade do clube é a manutenção da ‘espinha dorsal’ atual, incluindo a permanência dos emprestados, mas tal situação não impede a busca por contratações pelo Colorado.

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

Cruzeiro v Internacional - Brasileirao Series A 2018

De acordo com o ​Globoesporte, o setor que mais preocupa a cúpula colorada é o meio-campo, que deve ser a prioridade máxima das investidas do clube no mercado. Esta carência pode ser ainda mais acirrada ​caso a tão especulada venda de Rodrigo Dourado se concretize, uma vez que o volante é, de longa data, um dos principais ‘ativos’ do clube. Internamente, há o temor de que diversas peças vitais do elenco sejam sondadas, mas ao menos uma grande venda é vista com essencial para equilibrar o caixa colorado.

Dentre os possíveis reforços que estão sendo monitorados pela diretoria do Internacional, dois estão no futebol europeu: Thiago Maia, ex-Santos e hoje no Lille (FRA); e Charles Aránguiz, velho conhecido do clube gaúcho, e atualmente no Bayer Leverkusen. Nomes relevantes e que encorpariam qualitativamente o elenco colorado, caso contratados. 

Bayer 04 Leverkusen v Hannover 96 - Bundesliga

Para além da provável ida ao mercado, o Inter já conta com dois reforços internos garantidos​o jovem meia Martín Sarrafiore e o atacante Paolo Guerrero, que estará oficialmente livre para retomar suas atividades a partir de abril de 2019. Quem tem situação totalmente indefinida no Beira-Rio é o meia Rithely​que só seguirá no clube caso se mantenha fisicamente saudável nesta reta final de temporada.





Fonte: 90min