Leão Lobo falou ao RD1 sobre polêmicas com Angélica e Mara Maravilha (Imagem: Zé Paulo Cardeal / SBT)

Colaborou Paulo Silva

Leão Lobo também passou pelo palco do Teleton 2018, no início da tarde deste sábado (10). Após sua participação na maratona televisiva em prol da AACD, o apresentador do “Fofocalizando” falou ao RD1 sobre polêmicas recentes envolvendo seu nome e a atração que participa – como o comentário acerca de um antigo caso, extraconjungal, de Angélica e Zezé di Camargo e a saída de Mara Maravilha do vespertino.

Sobre o boato a respeito de Angélica, difundido em um vídeo de Lobo para o canal de Rafael Cortez no YouTube, ele foi categórico: “Uma bobagem! Aquilo era uma brincadeira no programa, que era pra inventar histórias loucas… Eu inventei uma história, mas dentro do contexto do programa. Tiraram do contexto e puseram como se fosse uma fofoca… Deu o maior problema, claro. Eu amo a Angélica! Sou amigo do [Luciano] Huck e tenho maior respeito pelo Zezé também”.

Ao ser questionado pelo repórter Paulo Silva sobre o clima do “Fofocalizando” neste segundo semestre, Leão brincou: “Melhorou muito! Eu sei onde você está querendo chegar… A nossa união é muito verdadeira, é muito genuína. Nós somos amigos, todos nós, há muitos anos. O Décio é meu amigo há 40 anos, a Mamma é minha amiga há 39 anos, a Lívia é minha amiga há 20 anos…”, comentou.

Sobre o recente tratamento de Leo Dias, no combate ao vício em cocaína, o jornalista afirmou: “A gente ama o Leo! O Leo é um pouco “filho” da gente. O que aconteceu com ele, uma dor terrível… O Brasil inteiro chorou com ele, sofreu com ele! Eu sinto, minha pequena parcela, de ter conversado com ele algumas vezes, acho que ajudou”.

Todos estes episódios da trajetória de Leão Lobo devem integrar um livro que ele ainda não sabe se irá, de fato, escrever: “Uma vida sem história não vale a pena. A minha, graças a Deus, é cheia de histórias que ainda não contei num livro, mas quero contar. Fico pensando se eu devo contar porque a minha história envolve histórias de muitas outras pessoas. É complicado, porque, às vezes, as pessoas podem não gostar…”.

O apresentador também enalteceu o Teleton e relembrou a amiga Hebe Camargo, falecida em 2012, primeira madrinha do programa: “Teleton é uma festa linda que eu tenho orgulho de participar, desde o primeiro, quando eu estava aqui na casa; depois eu saí, mas continuei participando. É uma honra! […] Uma festa linda, uma ação maravilhosa. Parabéns ao Silvio [Santos], parabéns pra Hebe que trouxe a ideia do Teleton pro Silvio. Onde ela estiver, ela sabe que fez o bem…

COMENTÁRIOS – Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!



Fonte: RD1.com.br