A loja digital da Epic Games está no ar, e para promover a plataforma, a desenvolvedora vai disponibilizar jogos de graça para todos os usuários do novo serviço até o fim de 2019.

A Epic Games Store foi anunciada durante a semana, e agora já está no ar. Ela pode ser acessada tanto via navegador web quanto por um cliente para Windows (versões para Mac e Android são prometidas para o futuro).

A loja já está traduzida para o português brasileiro, e apesar dos preços estarem em dólar, é possível pagar via boleto, transferência bancária ou cartão de crédito. O valor final é conversão direta do real para dólar: testamos a aquisição de um game de US$ 15, que sai por R$ 61,47 ao tentar comprar via boleto bancário.

A oferta de títulos por enquanto é bastante limitada, e a maioria dos games aparece como “em breve”. A loja ainda conta com editores de mods para jogos, permitindo que usuários baixem as ferramentas para criar modificações próprias para alguns games.

É possível tanto usar a conta da Epic Games de “Fortnite” quando criar uma nova para fazer compras no serviço. Também é possível vincular as informações à sua conta da PlayStation Network, Nintendo Switch, Xbox Live, Facebook e Google.

Jogos de graça até o fim do ano que vem

Para atrair usuários para o serviço, a Epic Games vai disponibilizar um jogo grátis a cada 15 dias, começando agora em dezembro e terminando no fim de 2019.

O primeiro título vai ser “Subnautica” – que pode ser baixado gratuitamente a partir do dia 14 de dezembro. A partir de 28 de dezembro é a vez de “Super Meat Boy”.

Concorrência para o Steam?

O objetivo da Epic Games Store é claro: servir como alternativa ao Steam, plataforma que domina a venda de jogos digitais no PC. Para concorrer com a gigante da Valve, a Epic promete dar mais dinheiro para desenvolvedores a cada venda (no Steam a divisão é entre 20% e 30% para a Valve e o restante para os estúdios, na Epic Games Store vai ser 12% para a Epic e o restante para os criadores do jogo).

Um desafio para a popularização – aqui no Brasil, ao menos – é o preço. Jogos no Steam custam muito pouco, e as constantes promoções na plataforma fazem com que games possam ser comprados por R$ 5 ou menos. Na Epic Games Store, por enquanto a cobrança é em dólar, o que faz com que os jogos fiquem consideravelmente mais caros do que na concorrente.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.





Fonte: Olhar Digital